5 erros que todo MEI deve evitar


MEI, evite esses erros!
O Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria, seja autônomo ou freelance, e que é regularizado como pequeno empresário. Contudo, para entrar no MEI, é necessário um faturamento de até R$ 60.000,00 por ano, além de não ter qualquer participação em outra empresa, seja como sócio ou titular. E nesse caminho que surgem alguns erros que todo MEI deve evitar.

 

Erros que todo MEI deve evitar para seguir em frente

 

Bem, você que trabalha com MEI ou que vai entrar nesse segmento, fique em alerta para alguns erros. Pensando nisso, separamos os 5 mais comuns:
 

1) Respeite prazos fiscais

Você não deve deixar nada para última hora, ainda mais com as obrigações fiscais. Ou seja, sempre mantenha-se atualizado sobre as obrigações fiscais, dando valor aos prazos das declarações fiscais, que são itens necessários para a regularização da sua empresa. Você entender melhor sobre quais impostos a sua empresa deve pagar no nosso: Guia completo de impostos e tributações.

 

2) Separe as finanças pessoais das do trabalho

Muitos acabam misturando as finanças pessoais com as empresariais. E isso é tão comum que você deve ficar em alerta sobre a sua contabilidade, e uma dica é manter um fundo de garantia para suprir as finanças empresariais, ou seja, capital de giro no qual você tenha segurança para manter a sua empresa crescendo no mínimo 10% ao mês.
 

3) Esteja sempre a atualização

O problema de quem trabalha com MEI é não se atualizar. Não faça parte desse grupo. Faça bom uso das tecnologias, além de adquirir conhecimento de mercado, processos na execução de uma tarefa e relacionamento interpessoal. Sendo assim, fique atento a concorrência, ao que seus clientes estão buscando e sobre as atualidades econômicas, ou seja, é importante ter ciência das mudanças quanto aos impostos fiscais que você deve pagar.

 

Assim, com as novas soluções de mercado, surgem diversos métodos de executar um serviço. Ou seja, não dê costas a essas mudanças e busque, sempre, estar um pé à frente na sua área de atuação.
 

4) Tenha valores corretos de serviços

A maior armadilha dos microempreendedores é não utilizar os critérios corretos na hora de estabelecer o preço do seu produto ou serviço, o que pode prejudicar o seu trabalho, e em muitos casos, levar a falência do seu negócio. Assim, quando for estabelecer o preço, leve em consideração todas as despesas envolvidas negócio, além do percentual de lucro que precisa ter.

Falando nisso, para aprofundar seu conhecimento, leia aqui --> Quanto Custa ser MEI, qual o faturamento permitido e valor de taxas?
 

5) Utilize todas as ferramentas disponíveis

Jamais ignore as novidades tecnológicas, seja por medo da dificuldade ou devido a sua capacitação. Aproveite a praticidade e acessibilidade dos softwares de gestão empresarial disponíveis para uma organização minuciosa da sua carteira de clientes, facilitando, assim, a administração

 

Cuidados extras em como trabalhar com MEI
 

Mesmo comuns, erros que todo MEI deve evitar são fatais para uma empresa.
Para aqueles que estão iniciando seu próprio negócio, é importante ficar em alerta e não cair na armadilha de deixar de levar em consideração as responsabilidades que um MEI precisa exercer.

O Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria, seja autônomo ou freelance, e que é regularizado como pequeno empresário. Contudo, para entrar no MEI, é necessário um faturamento de até R$ 60.000,00 por ano, além de não ter qualquer participação em outra empresa, seja como sócio ou titular. E nesse caminho que surgem alguns
erros que todo MEI deve evitar.