Equity Crowdfunding: Democratizando Investimentos


Equity Crowdfunding
A tecnologia, por meio de plataformas digitais, tem permitido grandes mudanças na forma de se investir e de se captar recursos. O equity crowdfunding, apenas recentemente regulamentado no Brasil, é uma delas. 

Essa modalidade de investimento coletivo, que está em intenso crescimento, merece sua atenção! 

Se você está sempre se informando das mudanças, a inovadora modalidade de equity crowdfunding não deve ficar fora de seu radar! Vamos entender melhor suas vantagens e como ele pode mudar a forma como empresas procuram por financiamento.
 

Tecnologia mudando mercados

 
Hoje, vivemos em um contexto onde a tecnologia e a integração dos sistemas de informação têm gerado constantes mudanças no funcionamento de diferentes mercados. Veja o caso do setor de transporte, que teve sua dinâmica alterada pelo surgimento da Uber. 
 
No setor financeiro, entretanto, por estar atrelado principalmente à grandes instituições, a barreira para mudanças se demonstra maior. Mas isso não tem sido suficiente para impedir que propostas inovadoras busquem oportunidades dentro deste setor. 

Uma delas, já mais difundida e que despertou curiosidade em todo o mundo, é a Bit Coin. A criptmoeda, que chegou ao mercado em 2009, se tornou uma grande oportunidade para investidores antenados. É baseada em uma moeda virtual que pode ser convertida em valores reais. 
 
Mas uma coisa é certa, é preciso um estudo sobre sua dinâmica para poder usufruir dessa criptomoeda. Investir em dinheiro virtual e realizar “trades” não é uma tarefa fácil para qualquer um.
 
Com o Equity crowdfunding, é diferente. A modalidade de investimento coletivo veio, de fato, para democratizar as oportunidades de investimento e torna-las acessíveis a qualquer pessoa.
 

O que está por trás do equity crowdfunding?

 
A modalidade de investimento surgiu com um simples intuito: reduzir os intermediários entre empresas que precisam se financiar, daqueles que podem emprestar. 

Como o próprio nome diz, Crowdfuding, ou financiamento coletivo, é a ideia de buscar recursos para financiar projetos através de um grande público.
 
Já o equity crowdfunding permite que os investidores recebam muito mais do que apenas a oportunidade de apoiar um projeto de seu interesse. Eles estão investindo em equity, ou seja, partes de um negócio.
 
Dependendo do acordo, o investidor receberá sua remuneração, com juros acordado a um certo prazo, ou poderá ter seu investimento transformado em participação societária. 


Sucessos via equity crowdfunding pelo mundo

 
Dentre os cases de sucessos por meio de equity crowdfunding, estão empresas como a cervejaria artesanal BrewDog. A startup utilizou do investimento coletivo para se capitalizar e expandir suas operações. Atualmente, já é avaliada em mais de £1.8 bilhões. 

Se pensar que seus investidores da primeira rodada de equity crowdfunding mantém até hoje suas participações societárias, já dá pra imaginar o retorno que essa modalidade pode trazer, não é mesmo?
 
A Cruise Automation foi outra startup que, em meio aos investimentos tradicionais com venture capital, abriu uma rodada de equity crowdfunding. Atualmente, a empresa alcançou o objetivo de muitas startups em desenvolvimento ao realizar um exit de sucesso. 

No Brasil, o cenário é recente, mas não está seguindo um caminho diferente do sucesso. Apesar de ainda não ser do conhecimento geral, já foram realizadas captações de valores significativos em curtos períodos de tempo.
 
Para ilustrar, recentemente finalizado, o primeiro empreendimento imobiliário brasileiro financiado por equity crowdfunding, rendeu cerca de 18% ao ano aos seus investidores. 


Quais as vantagens da modalidade?


Empresas antenadas e inovadoras têm buscado adentrar como agentes da modalidade. É o caso da Investor, que recentemente inaugurou seu braço de investimento coletivo, a Vangardi. Outras recentes plataformas, que igualmente seguem crescendo consideravelmente, são a Urbe.me e a Eqseed, as duas já com grandes captações concluídas.

Do lado dos investidores, podem ser apontadas diversas vantagens do equity crowdfunding. Vejamos algumas delas:

- Democratização do acesso a investimentos: sem barreiras de entrada como outras aplicações financeiras, o equity crowdfunding permite que um público mais vasto e sem experiência com investimentos inicie e obtenha bons rendimentos;
 
- Acesso a maiores retornos: possibilidade de investimentos serem convertidos em participação societária;
 
-  Diversificação das carteiras: o equity crowdfunding traz a oportunidade de se incluírem investimentos em diferentes áreas da economia com baixos valores de entrada e menores riscos;

-  Apoiar projetos que movimentam a economia: o dinheiro investido em captações de equity crowdfunding vai diretamente para algum projeto, ou seja, movimentam a economia real.


Concluindo…

Certamente, a modalidade ainda está em consolidação de fato no Brasil. Mas, ela ainda dará muito o que falar. Investidores cada vez mais percebem a necessidade de se expor a maiores ganhos reais no cenário atual.

Contudo, mesmo com esse aumento da demanda por bons investimentos, a quantia investida em poupanças e outras aplicações pouco rentáveis é enorme. 

Dentre tantas outras opções que existem no mercado financeiro, Equity Crowdfunding surge como uma maneira extremamente potente e moderna de investir e buscar ganhos maiores do que a média.
 

Autor Convidado

Investor, empresa que presta consultoria especializada em avaliações,
nas áreas de Finanças Corporativas, Fusões e Aquisições – M&A, Investimento Coletivo,
Consultoria Imobiliária e Gestão do Ativo Imobilizado.


COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: