Lucro real e lucro presumido: Tudo que você precisa saber!

Quando se tem um negócio, existem muitos termos que são essenciais e, por isso, você deve conhecer para administrar a sua empresa da forma mais adequada. É o caso das expressões lucro real e lucro presumido, os quais, inclusive, norteiam a forma como o seu empreendimento paga os impostos.

E para esclarecer todas as dúvidas sobre o tema, confira neste artigo os tópicos a seguir e conheça a resposta à pergunta: Afinal, qual é a diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido.

 

Contextualizando Lucro Real e Lucro Presumido;
Diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido;
PIS e Cofins no Lucro Presumido;
PIS e Cofins no Lucro Real;
IRPJ e CSLL no Lucro Real;
IRPJ e CSLL no Lucro Presumido
Quais as vantagens de ter um software ERP.

Contextualizando Lucro Real e Lucro Presumido

 

Antes de entender o que significam e qual a diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido, vale a pena saber em qual contexto esses termos são utilizados. Eles, basicamente, indicam qual é o sistema tributário da sua empresa, isto é, como o seu negócio paga pelos impostos, sendo que conforme a situação você pode escolher por um deles.

Além do Lucro Real e do Lucro Presumido, existe o Simples Nacional, que é uma forma simplificada de pagar impostos que algumas empresas podem escolher, como as que possuem um faturamento anual de até R$ 4,8. Enquanto isso, o Lucro Presumidopode ser optado pelos empreendedores que faturam por ano até R$ 78 milhões de reais.

Assim, são tributadas por meio do Lucro Real as demais empresas. No entanto, o Lucro Real pode ser escolhido também pelos negócios que faturam o mesmo que empresas que escolhem o Simples Nacional ou o Lucro Presumido. Então, como saber qual a melhor tributação para a sua empresa? Para responder essa pergunta é preciso entender a diferença de ambos.

 

Diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido

 

O Simples Nacional costuma ser a melhor opção para empresas que faturam menos, embora isso não seja regra, sendo importante identificar as suas peculiaridades. No entanto, quando uma empresa não pode optar por essa modalidade simplificada de pagar pelos impostos, ela tem que escolher entre o Lucro Real e o Lucro Presumido.

E para saber qual a melhor opção, é preciso considerar a forma como os impostos são pagos em cada situação. São eles que mudam de acordo com o perfil tributário de um negócio, com exceção das tributações ISS e ICMS.

 

PIS e Cofins no Lucro Presumido

 

Ambos são impostos federais, sendo que o PIS está associado aos Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público e o Cofins relaciona-se a uma Contribuição para Financiamento da Seguridade Social. E quando a empresa opta pelo Lucro Presumidodeve pagar essas tributações através do que se chama de regime cumulativo.

Esse sistema consiste no empresário pagar pelos impostos sem levar em conta os custos relativos ao produto que vende ou ao serviço que presta. E no caso do Lucro Presumido, a alíquota do PIS é 0,65% e do Cofins é 3,00%, as quais são cobradas sobre o total faturado pelo empreendimento.

 

PIS e Cofins no Lucro Real

 

Já se a empresa está na modalidade de Lucro Real, é usado o chamado regime da não cumulatividade. Assim, as alíquotas ficam 1,65% para PIS e 7,60% para Cofins, o que é praticamente o dobro do valor. Mas para compensar, é possível deduzir algumas despesas no cálculo das contribuições.

Entre elas, custo que se tem com insumos, aluguéis pagos a pessoas jurídicas, depreciação de equipamentos, parcelas de leasing ecompras de produtos. Então, para saber qual é o mais vantajoso, ao menos em relação ao PIS e Cofins, é preciso que você conheça bem quais são os seus gastos para tomar a melhor decisão.

Além disso, é preciso estar atento às exceções que, quando o assunto são impostos, sempre existem muitas.

As empresas de tecnologia, por exemplo, mesmo quando optam pelo Lucro Real devem pagar as contribuições de PIS e Cofins da mesma forma que as empresa que escolhem o Lucro Presumido.
 

IRPJ e CSLL no Lucro Real

 

O IRPJ é o Imposto de Renda – Pessoa Jurídica e a CSLL é a Contribuição Social sobre Lucro Líquido, impostos federais que são cobrados sobre o lucro da empresa. Dessa forma, no Lucro Real, possuem alíquota de 15% e 9%, respectivamente.

Além disso, sobre o IRPJ há um adicional de 10% quando o lucro da empresa for maior que R$ 20 mil por mês, R$ 60 mil no trimestre ou R$ 240 mil no ano.

 

IRPJ e CSLL no Lucro Presumido

 

Quando a empresa optar por essa modalidade de tributação, oseu lucro é obtido de forma presumida, sendo que é feito um cálculo pela Receita Federal que determina qual é o percentual de lucro sobre cada atividade.

Para a maioria das empresas do setor industrial e comérciopresume-se que o lucro seja de 8% para tributação do IRPJ e para o CSLL é de 12%. Já para empresas prestadoras de serviço, presume-se um lucro de 32% para tributação de IRPJ e CSLL.

 

Quais as vantagens de ter um software ERP

 

Mais do que saber a diferença entre Lucro Real e Lucro Presumido, para avaliar qual é a melhor opção para o seu negócio, é preciso ter um sistema que ajude a identificar todas as informações necessárias. Nos dias de hoje, muitos empresários, inclusive, não escolhem o Lucro Real simplesmente porque não conseguem ter todos os controles indispensáveis.

 

Dessa forma, um software ERP pode colaborar em muito para que o setor fiscal da sua empresa possa avaliar qual o sistema tributário mais apropriado e vantajoso para o seu empreendimento. O GestãoClick é um sistema de gestão empresarial que informatiza os dados do seu negócio, conecta os setores e automatiza os procedimentos.

 

Assim, é possível ter bancos de dados eficientes, completos e fáceis de serem acessados para buscar as informações relevantes para fazer os cálculos necessários que podem tornar o pagamento dos seus impostos menos oneroso. 

 

Gostou do conteúdo? Aproveite para continuar aprendendo. Leia também “ Guia completo de impostos e tributações" e mantenha seu negócio atualizado. Vamos lá!
 

 

 

Deixe seu comentário
Deixe uma Comentário

Clientes satisfeitos

GestãoClick
Logo