Preço de Custo e Preço de Venda: como definir?

Algumas pessoas podem considerar que definir o preço de venda de um produto é algo muito simples de ser feito e para outras é um verdadeiro bicho de 7 cabeças. A verdade é que existe ainda muitas dúvidas a respeito do preço de custo e preço de venda de um produto.

Um preço de venda, ou seja, aquele valor que o consumidor final irá pagar por aquele produto, deve contemplar todo o custo envolvido e quando falamos de “custo envolvido” não estamos nos referindo apenas ao valor que foi pago ao fornecedor por aquele bem.

Definir o preço de venda correto é muito importante e vai ser responsável pelo sucesso ou não do seu negócio. Neste post, vamos falar mais sobre preço de custo e preço de venda, sua importância e como calcular estes valores corretamente. Confira.

 

Preço de Custo e Preço de Venda

Preço de custo e preço de venda andam lado a lado, mas por que falamos apenas de preço de custo sendo que a prioridade deveria ser definir o preço de venda de um produto? No entanto, é importante ter ciência que o preço de venda não vai existir ou mesmo estará incorreto se você não tiver definido, com a máxima exatidão possível, o preço de custo.

Existem inúmeros fatores diferentes e fundamentais que irão influenciar na precificação de um determinado produto. O primeiro valor que você vai ter que lidar é aquele aplicado por seus fornecedores. Este é o valor inicial do seu custo, mas não é o único.

A ele soma-se gastos com logística, impostos, em alguns casos embalagem e muitos outros explícitos ou mesmo implícitos. Um erro neste cálculo pode fazer com que você tenha sérios prejuízos e nem perceba, em um primeiro momento, onde está o problema.

Assim, todos estes custos adicionais que fazem parte de sua empresa ou mesmo da confecção final do produto, devemos chamar de “preço de custo”. Em outras palavras, o preço de custo é toda a somatória dos gastos envolvidos na aquisição e confecção de um produto.

Mas, e o preço de venda? Onde está o meu lucro? Qual a porcentagem que devo aplicar, uma vez definido o preço de custo? Estes cálculos todos precisam ter um embasamento. Você não pode pura e simplesmente aplicar porcentagens, valores adicionais, etc., apenas visando lucros.

Claro que todo e qualquer comerciante visa aumentar as vendas e os lucros, este é um preceito básico. Mas se o seu preço de venda for muito maior do que o praticado no mercado, por exemplo, você não vai conseguir vender, por mais que tenha vários diferenciais. Vale lembrar que estes “diferenciais” também custam dinheiro. 

Do outro lado, se aplicar um valor muito baixo, vai vender muito, mas não terá o lucro estimado. A equação aqui encontra um resultado objetivo se mensurar quantativamente e corretamente preço de custo versus preço de venda.

E para fazer isto você precisa considerar um índice que mostra com mais exatidão a relação entre o custo de um produto, considerando confecção, distribuição, etc., e seu preço final de venda. 

Este índice é comumente chamado de markup e é através dele que você terá o seu preço de venda definido. Além disso, para ter uma fórmula correta e calcular o markup, você precisará também considerar 3 variáveis fundamentais: as despesas fixas, as despesas variáveis e a margem de lucro:

– Despesas fixas: elas geralmente estão relacionadas à administração de sua empresa. São despesas que não são influenciadas pelo valor de custo inicial do produto, ou da quantidade confeccionada, e por isso são fixas como aluguéis, salários, contas de luz, água, internet, telefone, etc.

– Despesas variáveis: são despesas que sofrem influência direta conforme a quantidade de produtos fabricados, vendidos, etc., como impostos sobre cada produto, comissão de vendedores, entre outros.

– Margem de lucro: aqui é aquele percentual que o empreendedor pretende colocar sobre o produto que quer vender. Neste ponto, vale uma pesquisa de mercado para entender bem este valor. Como dissemos logo acima, um percentual muito grande, pode comprometer as vendas e um muito inferior, compromete os lucros.

Para saber mais –> Aprenda a calcular margem de lucro corretamente!

Para as 3 variáveis acima, aplicaremos alguns percentuais como exemplo, respectivamente, 10% para as despesas fixas, 15% para as variáveis e 20% para a margem de lucro.

 

Calcular Preço de Custo e Venda

Até agora você tomou conhecimento dos principais conceitos e determinantes para conseguir ter o seu preço de custo e preço de venda. Estes conceitos são importantes para que você consiga entender e lidar com os cálculos pertinentes a estes preços.

E todo cálculo, inevitavelmente, envolve uma fórmula. Apenas para efeito de nomenclatura inicial, vamos considerar “DF” como Despesas Fixas, “DV” como Despesas Variáveis e “ML” como Margem de Lucro. A parti daqui já é possível realizar o cálculo do markup. 

Aprofunde seu conhecimento –> Como calcular o preço de venda?

Sigamos o exemplo citado logo acima:

 

– DF= 10

– DV= 15

– ML= 20

Para definir o seu markup (preço de custo de confecção/produção do produto), usaremos a seguinte fórmula: markup=100/100- (DF+DV+ML)

Realizando os cálculos, teremos:

 

Markup = 100/100 – (10+15+20)

Markup = 100/100 – 45

Markup = 100/55

Markup = 1,82

 

Este “1,82” não é um valor, é um índice que você estará aplicando diretamente sobre o preço de custo inicial, aquele que vem do fornecedor (ou o custo total de produção, no caso de fabricante do produto).

Supondo que o seu preço de custo seja de R$50,00, então, teríamos:

 

PV=PC x markup (onde PV será o preço de venda e PC é o preço de custo)

PV= 50 x 1,82

PV=R$91,00

 

Neste exemplo, seu preço de venda final seria de R$91,00. Este preço final representa o valor que você poderá estar cobrando sobre o produto para não ter qualquer prejuízo e ter o lucro estimado. 

Ainda dentro da margem prevista (de 50 a 91), você pode dar descontos ou mesmo acrescentar valores, no caso de parcelamentos, por exemplo. Existem outras fórmulas muito parecidas para se calcular preço de custo e preço de venda.

Todas elas, no entanto, devem objetivar a mesma coisa: um índice que possa presumir corretamente sua margem de lucro frente todas as despesas com o produto e com a sua empresa. 

Precisa fazer o controle financeiro da sua empresa? Conheça o ERP GestãoClick e gerencie a sua empresa num software 100% online.


 

Deixe seu comentário

Comentário

Clientes satisfeitos

GestãoClick
Logo