Veja 5 práticas para organizar o financeiro

Independentemente do tamanho e do nicho da empresa, saber organizar o setor financeiro é um dos principais caminhos para o sucesso.

Afinal, para que as organizações possam se manter no mercado e promover o crescimento, é preciso de recursos financeiros.

Neste artigo, você irá descobrir como otimizar o uso dos recursos da sua empresa e evitar desperdícios por meio da gestão de finanças. Acompanhe!

O que engloba o setor financeiro de uma empresa?

O setor financeiro engloba diferentes áreas ligadas às finanças de uma empresa, como contas a pagar e receber, contabilidade, gestão de impostos, tesouraria, gestão orçamentária e captação e investimento de recursos.

A quantidade de profissionais que trabalham nessa área pode variar conforme o tamanho do negócio. Inclusive, em micro e pequenas empresas, é normal que o dono assuma essa responsabilidade.

Essa decisão é um pouco arriscada, já que é preciso acompanhar as finanças de perto e o acúmulo de funções pode fazer alguma informação importante passar despercebida. Por isso, vale avaliar a implementação de um gerenciador financeiro.

Importância de ter um setor financeiro estruturado

O departamento financeiro é considerado o coração de uma empresa, já que é responsável por manter todos os outros setores funcionando, como marketing, vendas, administrativo e recursos humanos.

Além disso, esse setor é responsável por assegurar o capital necessário para que a empresa se mantenha competitiva no mercado e também conquiste faturamento no curto, médio e longo prazo.

É importante esse pensamento estar presente na liderança organizacional.

5 práticas para organizar o setor financeiro na sua empresa

Agora que já compreendeu a importância do setor financeiro para uma empresa, é hora de descobrir o que fazer na prática. Confira nossas dicas:

#1 Separe as contas pessoais das empresariais

É comum que muitos empreendedores ainda misturem as contas pessoais com as empresariais, especialmente no começo do negócio.

Porém, esse é um grande erro para um controle eficiente de finanças e quanto antes você separar as despesas, melhor!

Para fazer essa separação, avalie usar um cartão corporativo para os gastos da empresa e tenha contas correntes diferentes. 

Assim, você evita gastar o lucro da empresa com gastos pessoais ou desnecessários, o que poderia prejudicar o crescimento do seu negócio.

#2 Se familiarize com conceitos e termos técnicos

Para tomar as melhores decisões para o presente e futuro da sua empresa, é necessário estar familiarizado com os termos do mundo financeiro.

Portanto, se você é o encarregado deste setor, descubra alguns termos e conceitos que precisa conhecer:

  • faturamento: valores arrecadados por uma empresa por meio de vendas de produtos ou serviços;
  • contas a receber: montante de capital que clientes devem pagar a empresa;
  • contas a pagar: montante que a empresa deve pagar aos fornecedores;
  • ativos: todos os recursos que a empresa possui, incluindo dinheiro em caixa, valor da marca, equipamentos e estrutura física;
  • passivos: dívidas da empresa;
  • balanço patrimonial: por meio da demonstração de ativos, passivos e patrimônio líquido evidencia a situação da empresa;
  • fluxo de caixa: instrumento que permite acompanhar a movimentação financeira da empresa em um determinado período;
  • capital de giro: valor necessário para financiar operações da empresa, como investimentos no crescimento e aquisição.

#3 Faça um planejamento financeiro

Outra ação fundamental para organizar o setor financeiro da sua empresa é o planejamento financeiro empresarial. Ele permite prever gastos e lucros para identificar qual será a situação da empresa no curto, médio e longo prazo. 

Assim, você conseguirá tomar decisões mais assertivas no presente, traçar metas e planejar os próximos passos da companhia.

#4 Tenha controle das movimentações financeiras

Para que o planejamento financeiro seja feito com maior precisão é indispensável controlar todo o dinheiro que entra e sai da empresa.

Por essa razão, acompanhe as contas digitais para avaliar as movimentações financeiras e se certificar que elas estão condizentes com as entradas e saídas.

O indicado é realizar esse acompanhamento diariamente para manter a organização e facilitar na identificação de inconsistências.

#5 Otimize o uso dos recursos financeiros

Quando você controla todas as movimentações da empresa e realiza o planejamento financeiro, consegue observar a presença de gastos desnecessários.

Por isso, sempre realize essas análises para identificar como alguma conta pode ser reduzida para otimizar os resultados organizacionais.

Com o corte de gastos é possível aumentar o lucro da empresa, além de permitir realizar novos investimentos para o crescimento e fortalecimento da marca no mercado.

Gostou do conteúdo sobre ferramentas de gestão? Para se aprofundar ainda mais sobre os melhores temas sobre gestão de empresas, confira, agora mesmo nosso conteúdos .

E, para não perder nenhuma novidade, não se esqueça de continuar acompanhando nosso blog e assinar a newsletter!

Deixe seu comentário
      Deixe uma Comentário

      GestãoClick
      Logo