BPO Financeiro: o que é e Como Fazer na Prática?

Você já ouviu falar de BPO Financeiro? Antes de falarmos mais de BPO, podemos afirmar que o cuidado e a atenção que toda empresa, independentemente do porte desta, precisa ter com o financeiro parece mesmo ser essencial para a saúde dos negócios. No entanto, principalmente as pequenas empresas, garantir a eficiente gestão financeira não é tão simples assim.

Mesmo porque, estes empreendedores, na própria correria do dia a dia, não conseguem realizar esta gestão a contento ou mesmo não estão devidamente preparados para realizá-la e por não possuírem uma estrutura administrativa financeira focada na questão, correm o sério risco de comprometerem os negócios.

Mas a solução para o problema está mais perto do que se imagina. Você, empreendedor empresário, sabia que é possível terceirizar toda a gestão financeira da sua empresa? É o BPO Financeiro. Este é o assunto deste post, onde você vai descobrir como funciona esta terceirização e como contratá-la.

O que é BPO Financeiro?

Pense talvez na solução ideal para os seus problemas de gestão financeira: é mais ou menos o que é BPO Financeiro. A sigla em si vem do inglês e significa “Business Process Outsourcing”. Traduzindo ao “pé da letra”, seria Terceirização de Processos de Negócios ou Terceirização da Gestão de um Processo.

E é bem isso, BPO Financeiro significa terceirizar a gestão financeira de sua empresa. Em suma, ele ficará responsável por toda a gestão das finanças do seu negócio podendo ainda absorver todas as atividades contábeis, uma vez que estão, de certa forma, interligadas.

Esta solução do BPO Financeiro é indicada principalmente para pequenas e médias empresas, onde equipes de trabalho poderiam até estar sendo liberadas para outras funções mais estratégicas do negócio. 

Fazendo uso do BPO, o gestor empreendedor ficaria livre para garantia a efetiva gestão do seu negócio, sabendo que o financeiro estaria sendo devidamente tratado e garantindo assim a saúde das finanças de sua empresa.

BPO Financeiro: significado

A ideia é terceirizar tudo que esteja diretamente, ou mesmo indiretamente, relacionado às finanças da empresa. Assim, controle das contas a pagar e receber, gestão do fluxo de caixa, emissão de notas fiscais, entre outros, passam a ser terceirizados através de escritórios voltados à gestão financeira.

O gestor vai, a partir daí, receber relatórios para a análise de indicadores e desta forma conseguirá acompanhar, a seu tempo, toda a saúde financeira da sua empresa: custos, despesas, pagamentos, recebimentos, caixa e muito mais.

Vale sinalizar aqui ainda que todo este processo terceirizado não é feito manualmente. O BPO Financeiro faz uso de softwares e sistemas especializados e que automatizam todo o processo. Visto por este lado, é mais confiabilidade nos dados processados.

Dados confiáveis são dados mais precisos também, o que favorece a tomada de decisão por parte do gestor da empresa.

Na prática: como Fazer BPO Financeiro?

Toda empresa possui a sua própria identidade. Junto com esta identidade, existem processos e necessidades diferentes e o BPO financeiro precisa entender e se adequar a estes serviços que serão efetivamente terceirizados.

Resumidamente falando, como fazer BPO Financeiro é bem simples: ele vai conciliar com maior efetividade todas as entradas e saídas de valores financeiros da empresa. Isto significa que o BPO estará gerenciando todos os pagamentos de fornecedores, acompanhando contas a pagar e muito mais, através de um sistema de gestão financeira adequado. 

Folha de pagamento, por exemplo. É, sem dúvida alguma, uma demanda que toma muito tempo do gestor da empresa. O BPO também atuará neste segmento, além da emissão de notas fiscais.

Confira abaixo o que pode ser terceirizado através do BPO na prática:

• Contas a pagar e a receber;
• Gestão da folha de pagamentos dos colaboradores;
• Conciliação bancária;
• Rotinas de faturamento da empresa;
• Gestão de relatórios e análises contábeis.
• Acompanhamento fiscal e tributário, entre outros.

É importante ainda citar que não se deve confundir BPO Financeiro com um escritório de contabilidade, pois ambos têm funções e apresentam resultados diferentes para o seu negócio. O BPO pode ajudar, inclusive, sua empresa a reagir financeiramente em períodos de crise, aumentando e/ou mantendo o seu faturamento.

E atua bem mais além de um escritório de contabilidade, pois se apresenta como um serviço com diferenciais estratégicos para o seu negócio, executando processos como contabilidade gerencial, orçamento, previsões, análises financeiras e até contábeis. 

Aprofunde seu conhecimento no tema e entenda o poder da contabilidade para pequenas e médias empresas!

Os Benefícios de ter o BPO Financeiro

São muitos os benefícios de ter o BPO Financeiro e vamos citar 3 deles. No entanto, o mais importante na implementação  desta solução é o fato de permitir aos gestores a possibilidade de poderem focar exclusivamente no que realmente importa para a empresa: o melhor desenvolvimento de seus produtos/serviços e o bom relacionamento com os seus clientes.

Benefícios:

• Possibilidade de aumentar a produtividade
O gestor, ao concentrar seus esforços na aprovação de pagamentos, análises de caixa, etc., em apenas 1 ou 2 momentos por semana, vai ter todo o seu trabalho otimizado e, com isto, ganhara muito tempo ao reduzir a carga de trabalho.
Com isso, toda a equipe terá um significativo aumento de produtividade, ou seja, menos burocracia e melhores resultados finais. Foco no que realmente importa.  

• Redução de custos
É o que todo gestor gosta de ouvir. E a relação custo benefício aqui é muito fácil de se entender. Todo o investimento posto na contratação de um BPO Financeiro será imensamente menor do que, por exemplo, montar, treinar e gerenciar uma equipe que fique especificamente voltada ao financeiro da empresa.

• Zero de ausências. Equipe 100% dedicada
É um problema que todo gestor enfrenta, em diversos setores da empresa: o que fazer quando um colaborador entra de férias, por exemplo, e gera um desfalque na equipe? Não só de férias, este pode adoecer, se desligar e muitos outros motivos de ausências.

Além disso, imagine perder um colaborador, seja por qual motivo for, que já tenha sido treinado e capacitado para aquela função. Repô-lo, pura e simplesmente, não é o bastante. Sim, todo gestor enfrenta este tipo de problema em vários setores da empresa, mas no financeiro, isto pode gerar um descompasso sério nas finanças.

Com o BPO financeiro você não correrá esse risco, muito pelo contrário, pois a empresa contratada estará 100% voltada às finanças do seu negócio. 

Para realizar um BPO Financeiro você vai precisar de um ERP! Entenda a importância do sistema integrado com a contabilidade da empresa. Teste grátis!

 

Deixe seu comentário

Comentário

Clientes satisfeitos

GestãoClick
Logo