Cálculo de comissão de vendas: como fazer de forma simples?


comissão de vendas

Seja a sua empresa voltada ao comércio atacadista ou ao varejista, uma coisa é certa: vender é primordial, pois são as vendas que impulsionam o crescimento da empresa. Sabemos que quanto mais motivados, mais os vendedores auxiliam na saída de produtos, daí surge a comissão de vendas. Entretanto, é necessário escolher o modelo adequado e fazer o cálculo correto para garantir uma comissão justa aos colaboradores e, ao mesmo tempo, não perder dinheiro.

Quer saber quais são os tipos de comissão de vendas que você pode adotar? Então continue lendo, pois explicamos tudo aqui!

 

Quais são os tipos de cálculos?

 

Dentro de uma empresa, há uma cadeia de processos para que as vendas aconteçam. Geralmente pensamos apenas no funcionário que faz a negociação final, mas a verdade é que há equipes responsáveis pela criação de estratégias, outras pela prospecção de clientes e outras pela venda dos produtos ou serviços.

As comissões, portanto, devem ser calculada de acordo com cada um desses times.

De maneira geral, os cálculos e porcentagens são definidos de acordo com cada modelo. Veja:
 

- Comissão por venda: uma das formas mais comuns de comissionamento; nesse modelo, uma porcentagem fixa é oferecida a cada venda ou contrato fechado, sendo que o repasse desse valor pode acontecer junto com o pagamento mensal (salário fixo + comissões) ou assim que o consumidor pagar a compra;
- Comissão por faturamento bruto: nesse modelo, o cálculo da comissão é baseado no faturamento da empresa do mês anterior, ou seja, na soma de todas as vendas de serviços ou produtos (sem qualquer tipo de desconto);
- Comissão por margem de lucro: esse modelo é um pouco mais complexo, pois envolve o cálculo de custos diretos e indiretos para definir a margem de lucro e estipular a comissão a partir dela. O vendedor continua recebendo uma porcentagem fixa a cada venda, porém sua comissão vem do lucro obtido — cada venda, portanto, pode gerar diferentes valores;
- Comissão por recebimento: com esse tipo de comissão, há um controle mais rígido em relação ao fluxo de caixa, pois o valor só é repassado aos vendedores depois que a empresa recebe o dinheiro, seja em vendas a prazo ou à vista.


Qual modelo de comissão é melhor para minha empresa?

Depende daquilo que a empresa oferece, das vantagens que pode obter e dos objetivos que pretende alcançar.

Quer um exemplo?

No modelo de comissão por venda, estimula-se mais o esforço do vendedor em relação à quantidade: quanto mais vendas unitárias, mais ganhos; e se ele não vender nada, não ganha nenhuma comissão.

Já na comissão por faturamento, geralmente busca-se alcançar as metas mensais estipuladas, e todos os colaboradores recebem o mesmo valor de comissão caso o objetivo seja alcançado. Um exemplo: caso a empresa alcance R$ 70.000,00 em determinado mês, há a comissão de 0,5% sobre esse valor para todos.

Antes de definir o modelo a ser utilizado, é imprescindível conhecer os números do negócio e elaborar um planejamento. A fórmula geral é: os valores estipulados devem cobrir gastos, custos e despesas (como impostos, salários, comissões, aluguéis, contas de água e de luz, matérias-primas etc) e ainda gerar lucro.


Como usar um software para lançar suas comissões?

 

A automatização de processos na área de vendas por meio do uso de softwares de gestão auxilia muito a eficiência no controle das comissões. Ao utilizar o sistema ERP, as áreas de estoque, vendas e comissões permanecem integradas, assim evitando erros e facilitando qualquer tipo de cálculo.

Em suma, com um software de gestão é possível cadastrar todos os vendedores que atuam em sua empresa. A cada venda realizada, o gestor conseguirá ver quem foi o responsável, o que ele vendeu, os valores da transação, método de pagamento utilizado, se foi à vista ou a prazo etc.

Simples e eficiente, não é?

E então, entendeu como cada modelo de comissão de vendas funciona? Bônus e comissões entram na categoria de remuneração variável, muito utilizada de forma estratégica, pois as vendas, a produtividade e os ganhos da empresa tendem a aumentar — e o índice de rotatividade, diminuir.

E atenção! Antes de definir o modelo de comissão de vendas a ser utilizado, é fundamental criar uma estratégia de vendas para garantir a saída de produtos. Como? Saiba agora mesmo!



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: