Empreendedorismo: por que ele foi feito para você?


Empreendedorismo

Segundo o Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas, só em 2018 surgiram cerca de 2.534.785 novos negócios formalizados. Contudo, foi o maior desde o início dos levantamentos, iniciados em 2010.

O período de crise no Brasil impulsionou o que é chamado de “empreendedorismo por necessidade” e, de maneira geral, o número de empreendedores está crescendo no país conforme os indicadores apontam.
 

E você, já pensou em empreender? Quer entender um pouco mais sobre o assunto? Então acompanhe este artigo!
 

O que é empreendedorismo?

Empreendedorismo foi feito para você?

De acordo com o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, empreendedorismo é, entre outras colocações, a “atitude de quem, por iniciativa própria, realiza ações ou idealiza novos métodos com o objetivo de desenvolver e dinamizar serviços, produtos ou quaisquer atividades de organização e administração.


Em outras palavras, o empreendedorismo pode ser definido como o potencial de idealizar e realizar projetos, e a criatividade, a estratégia e a predisposição para entender e solucionar problemas fazem parte das características do sujeito empreendedor — além delas, destaca-se a resiliência (já que o caminho até o sucesso pode ser repleto de falhas) e a iniciativa para fazer uma ideia se tornar realidade.
 

Há diferentes tipos de empreendedorismo?


Sim, há! Entretanto, as classificações variam segundo foco, formato ou até mesmo segundo estudos de pesquisadores. Vejamos alguns tipos de empreendedorismo:

- informal;
- cooperativo;
- individual formalizado;
- por meio de franquias;
- digital;
- social;
- corporativo;
- inovador;
- imitador;
- prudente;
- conservador.


Ainda assim as classificações são distintas, um tipo pode se relacionar diretamente ao outro: o empreendedorismo informal, por exemplo, pode ser inovador ou imitador, prudente ou conservador.
 

Quais são os benefícios do empreendedorismo?


Os benefícios podem ser pessoais, profissionais ou uma junção desses dois âmbitos. Isso porque você:
 

- Terá a liberdade para investir naquilo que gosta;
- Será seu próprio chefe e ficará responsável por horários, reuniões, modo de execução dos projetos, orçamentos e tudo o que se refere ao planejamento empresarial;
- Poderá crescer em sua área de atuação com um negócio próprio;
- Contribuirá para o desenvolvimento e para a ampliação empresarial de sua região, caso seu empreendimento seja físico; 
- Estará sempre aprendendo coisas novas relacionadas ao negócio.;
- Poderá gerenciar sua própria equipe e definir o rumo a ser tomado em todos os setores da empresa.


Como se planejar para empreender?


Então, veja o que fazer para tirar a sua ideia do papel e se aperfeiçoar como empreendedor:
 

1) Analise a viabilidade de uma ideia/oportunidade por meio de pesquisas;
2) Faça uma autoanálise a fim de identificar seus pontos fortes e fracos e descobrir como reagiria frente às responsabilidades, à resolução de problemas,aos riscos, à 3) Liderança de equipes etc. — a autoanálise também permite que você entenda se a sua ideia de negócio está alinhada ao seu propósito de vida;
4) Faça um planejamento completo por meio de um Plano de Negócios, especialmente se o empreendimento for complexo;
5) Mantenha-se informado sobre área de atuação, mercado, ferramentas necessárias para começar etc.;
6) Analise sua condição financeira, calcule e reserve a quantia a ser investida no novo negócio e, caso necessário, se adapte a um padrão de vida mais econômico;
7) Aprenda a investir em marketing e networking, mesmo que a princípio seja somente por meio de redes sociais, como o LinkedIn;
8) Se aprofunde em gestão e finanças e estude o seu ramo de atividade.


Parece muita coisa, não é?

Contudo, é importante entender que um planejamento bem estruturado já aborda e esclarece muitos dos pontos acima, e que muitas questões serão aprendidas somente na prática.

A princípio, se apoie em boas fontes de informação, como o site da Endeavor e o Portal Sebrae — neles você encontra vídeos, indicações e diversos materiais desenvolvidos por especialistas.

Enfim, vimos aqui o que é empreendedorismo e por que ele foi feito para você. Percebemos que há diferentes formas de empreender e diferentes propósitos para isso, seja por necessidade ou por oportunidade. Agora, se deseja abrir um negócio próprio, já sabe: é preciso se planejar adequadamente!

Se identificou com o assunto? Então siga em frente com os 8 passos essenciais para iniciar hoje mesmo!