Fechamento de caixa, como fazer?

Lojas e demais estabelecimentos do varejo precisam lidar, todos os dias, com um procedimento em comum, o fechamento de caixa. Você sabe como funciona e como realizar essa etapa operacional de uma empresa?

Embora seja uma atividade bastante corriqueira, é importante entender para que serve e como executar com eficiência. Se esses cuidados forem tomados, o procedimento se torna mais um aliado da gestão competente do seu negócio.

E para obter informações a respeito do fechamento de caixa, como fazer e quais as melhores formas de executá-lo com, continue lendo este artigo com os seguintes tópicos:
 

O que é fechamento de caixa

 

Antes de saber como fazer o fechamento de caixa, é necessário compreender esse conceito. Ele se refere a uma atividade que funciona como conferência de valores, a fim de realizar a checagem das operações executadas durante o expediente.

O procedimento costuma fazer parte da rotina de lojas e outros estabelecimentos que pertençam ao varejo. E, embora seja uma tarefa relativamente simples de realizar, o fechamento de caixa requer muito cuidado e atenção.

Afinal, trata-se de uma verificação importante, onde podem ser constatados erros, enganos e mesmo a má fé de terceiros. Dessa forma, ao serem verificados os possíveis erros, consegue-se corrigi-los, evitando que posteriormente se tornem problemas.

Também é possível prevenir futuros prejuízos para a sua empresa. Além disso, é de extrema importância que o fechamento de caixa seja feito adequadamente, de modo que o saldo de entradas e saídas se mostre devidamente certo.
 

Como fazer fechamento de caixa

 

Quem realiza o fechamento de caixa, em geral, é o operador de caixa, sendo comum ainda que um gerente ou superior faça uma nova verificação depois, assim, garante-se uma maior assertividade da operação. De qualquer forma, cada empresa costuma ter um método.

O fechamento de caixa pode ser manual ou contar com ferramentas adequadas, as quais ajudam o trabalho a ser mais rapidez e de qualidade. Outro aspecto comum é realiza-lo no final do expediente, depois que todas as vendas do dia foram concluídas. 

Porém, em supermercados, por exemplo, onde há vários operadores de caixa, cada um pode fazer o fechamento conforme termina o seu expediente. Essa estratégia é ainda mais necessária se outro operador tomar o seu lugar, nesse caso, o caixa deve estar zerado.

Isto é, nele não devem estar valores referentes às vendas realizadas anteriormente. Desse modo, cada operador é responsável por fechar o caixa com as vendas efetivadas durante o seu turno.
 

Etapas do fechamento de caixa

 

Para tornar o fechamento de caixa uma tarefa organizada na rotina de trabalho, a atividade do operador é dividida em quatro etapas. Veja quais são elas a seguir:
 

Abertura do caixa

Quando o operador de caixa inicia a sua atividade, faz a chamada abertura do caixa,  não havendo valores referentes a nenhuma venda, apenas um valor inicial de reserva, chamado de  fundo de troco.

Como diz o seu nome, pode ser usado para dar de troco aos clientes como para pagar despesas necessárias ao longo do experiente.
 

Registro de entradas e saídas

Durante o expediente, o operador deve registrar todas as movimentações do caixa, ou seja, as entradas e saídas de dinheiro. As entradas se referem às vendas e as saídas acontecem ao pagar alguma despesa.

É importante ainda reunir os comprovantes das operações, pois são eles que vão ajudar no posterior fechamento de caixa. Durante essa etapa, pode haver a chamada sangria, que consiste em realocar o dinheiro do caixa  para um outro local.

Para um fechamento adequado de caixa, é preciso anotar esse valor que está saindo. Outro procedimento comum da rotina do operador é o reforço de caixa, feito sempre que é preciso colocar dinheiro no caixa para fazer troco.

Mais um cuidado importante é o de separar os documentos por tipo, o que vai facilitar o fechamento de caixa. Assim, você pode juntar os comprovantes de venda com cartão de débito e separá-los dos comprovantes com cartão de crédito.

Não se esqueça ainda de dividir os comprovantes de acordo com a sua bandeira. O mesmo faça com cheques, tickets e demais formas de pagamento.
 

Verificação dos valores do caixa

Nessa etapa, o operador precisa contar os valores conforme o tipo de movimentação, seja dinheiro, seja cheque, cartões e outros. Além disso, deve somar os possíveis pagamentos que tenha realizado, como vales para empregados e outras despesas.

Caso o troco foi entregue errado, mercadorias trocadas ou sangrias não foram registradas, entre outros erros, é nesse momento que aparecem. Por isso, é importante registrar ou anotar tudo.
 

Finalização do fechamento de caixa

Por fim, a última etapa consiste em somar o total de entradas e saídas, sendo que esses valores devem coincidir com os obtidos na etapa anterior.

Nada melhor que fechar o caixa com o saldo positivo, não é mesmo? Por isso, esse é o momento para você adquirir um sistema de gestão empresarial que vai te ajudar a faturar mais em 2021 e sair do vermelho! Aproveite a Black Friday 2020 do ERP GestãoClick!
 

 

Como o ERP é útil para o fechamento de caixa

 

Com um software ERP todas as etapas que contribuem para o adequado fechamento de caixa são realizadas com eficiência. Além de cada movimentação ser lançada no seu fluxo de caixa, o próprio programa realiza os cálculos e conferências necessárias.

Além disso, evita que os erros aconteçam, pois tudo é feito de maneira automatizada. O seu detalhamento é minucioso e, assim, como deve ser feito, separa as operações de acordo com a forma de pagamento.

E mais do que automatizar as atividades do operador de caixa, emite relatórios completos e atualizados sobre as movimentações. 

O GestãoClick é um sistema ERP com a funcionalidade de PDV (ponto de venda), tornando a rotina do seu negócio mais dinâmica. 


 

Deixe seu comentário

Comentário

Clientes satisfeitos

GestãoClick
Logo