Intermediador de Pagamentos: como escolher a melhor opção?


Intermediador de Pagamentos: como escolher a melhor opção?

A tecnologia é uma ótima aliada do empreendedorismo. Hoje, é difícil imaginar a gestão de um negócio sem as facilidades que foram desenvolvidas nos últimos anos. Antigamente, sem a internet, a navegação em nuvem, o intermediador de pagamentos e diversos outros sistemas, as atividades eram realizadas de forma manual. Com isso, as tarefas eram mais demoradas e os erros eram mais comuns, inclusive aqueles que poderiam gerar grandes prejuízos.

Para aproveitar todos recursos disponibilizados atualmente, é preciso estar atento às novidades e tendências que podem contribuir com a gestão do seu negócio. A área financeira, por exemplo, oferece um leque de oportunidades de automatização de todas as etapas, desde a geração da cobrança até o acompanhamento dos pagamentos.

Se você faz cobranças pela internet, seja para a venda de produtos ou para a prestação de serviços, a utilização de um intermediador de pagamentos pode ajudar, e muito, a gestão do seu negócio.

Afinal de contas, ele realiza a ponte com as instituições financeiras, permitindo a você emitir suas cobranças de forma menos burocrática. Além disso, ele fica responsável pela segurança dos dados dos clientes e por repassar os valores para você no menor tempo possível. 

Ou seja, ao invés de firmar parcerias com instituições bancárias, empresas de segurança de dados e muitas outras, você utiliza apenas uma plataforma que oferece todos os serviços. 
 

Quais as vantagens de um intermediador de pagamentos? 

Como o nome indica, o intermediador de pagamentos funciona como uma ponte entre você e os serviços financeiros. Justamente por isso, ele permite oferecer mais serviços de forma menos burocrática. Confira as principais vantagens:
 

Mais opções de pagamento

Ao utilizar um intermediador de pagamentos, você consegue oferecer mais opções de pagamento para seu cliente, como o boleto, emissor de carnê ou cartão de crédito. Isso tudo sem precisar de vários contratos. Com o grande número de concorrentes de hoje em dia, essa é uma vantagem importante na hora de atrair mais clientes. Afinal, se o consumidor não encontra sua forma de pagamento preferida, ele pode desistir do negócio.
 

Mais controle dos recebimentos

Além das ferramentas de emissão, os intermediadores oferecem ferramentas de análise dos pagamentos. Assim, fica mais fácil acompanhar quem está em dia com as cobranças e cobrar os que estão inadimplentes. 
 

Mais segurança

Imagina precisar contratar empresas de segurança de dados pela internet? Com o intermediador, você não precisa se preocupar com esse trabalho, pois a plataforma fica responsável por oferecer as melhores tecnologias de segurança para você e seu cliente. Este é outro fator importante para a atração de novos clientes e fortalecimento da credibilidade da sua marca
 

Mais Escalabilidade

Escalabilidade é a capacidade da empresa atender a todos os clientes de forma eficiente independente do número de usuários simultâneos. Esse recurso é importante, principalmente, para quem trabalha com site de vendas. Além disso, é um fator essencial para evitar a perda de clientes. O intermediador também fica responsável por essa área, garantindo que todos os usuários irão conseguir realizar o pagamento sem problemas.
 

Como escolher o melhor intermediador de pagamentos?

Que a utilização do intermediador é importante, não há dúvidas. Mas você deve estar se perguntando: como escolher a melhor opção para o meu negócio? Nos próximos tópicos você vai saber o que é importante na hora de contratar o serviço.
 

Custos

Um dos principais benefícios do intermediador de pagamentos é a possibilidade de realizar cobranças por boletos, carnês, cartões de crédito e assinaturas pagando menos. Além das menores tarifas, muito intermediadores não cobram tarifas que são cobradas em instituições bancárias, especialmente para a emissão de boletos registrados, como emissão, alteração, baixa ou manutenção de cobranças vencidas. Por isso, é importante encontrar um opção que ofereça essas vantagens. 
 

Segurança

O sistema utilizado precisa ser seguro para você e seu cliente. Afinal, você não quer enfrentar problemas com dados vazados ou cartões clonados, não é mesmo? Por isso, é importante escolher uma empresa que ofereça análise antifraude gratuita em todas as transações e que possua certificações capazes de garantir a segurança dos dados utilizados em transações com cartões de pagamento, como o PCI-DSS
 

Recursos

Mais do que uma forma de gerar cobranças, os intermediadores podem oferecer uma série de outras ferramentas. Por isso, é importante encontrar um serviço que forneça as principais funcionalidades. Veja quais são elas!
 

Automatização de Cobranças

Quem emite uma grande quantidade de cobranças sabe que o processo pode ser demorado. Além disso, quando se trata de um número grande de dados, a chance de erro costuma ser grande. Por isso, é importante ter um processo automatizado de envio de cobranças. Além da economia de tempo, a possibilidade de enviar uma cobrança errada é reduzida consideravelmente.

Nesse sentido, a assinatura é uma das principais ferramentas de cobranças utilizadas atualmente tanto para a venda parcelada quando para a cobrança de mensalidades. A configuração é realizada apenas uma vez e a cobrança é feita mensalmente ou com a periodicidade escolhida. No caso do boleto, a fatura é enviada 10 dias antes do vencimento. No caso do cartão, o débito é realizado automaticamente.
 

Integrações

É fundamental que o intermediador possua ferramentas de integrações simplificadas, seja com as principais plataformas de lojas virtuais ou com sistemas de gestão de diversos segmentos. É importante também avaliar as SDKs disponíveis, caso você queira realizar sua própria integração.
 

Relatórios

Tão essencial quanto emitir as cobranças com praticidades é a tarefa de acompanhar todos os recebimentos, sabendo quem são os clientes que estão em dia e quais estão inadimplentes. Por isso, é recomendável buscar um intermediador de pagamentos que facilite esse acompanhamento, como o envio de relatórios diários de confirmações de pagamentos e a disponibilização para a geração de relatórios personalizados. 
 

Personalização

Para que o cliente se sinta confiante em realizar o pagamento, é importante que ele reconheça a cobrança. Desta forma, um intermediador deve oferecer ferramentas que possibilitem a personalização da cobrança, como a inclusão do nome e do logo da sua empresa. Além disso, é fundamental a personalização de dados, como a inclusão de juros e multas para cobrança em caso de atraso do pagamento. 
 

Atendimento

Outra facilidade dos intermediadores é o atendimento online e por telefone. Sem precisar se deslocar a uma agência, você consegue tirar dúvidas e resolver qualquer situação que possa acontecer. Isso possibilita ainda mais economia de tempo. Portanto, é válido estar atento aos tipos de atendimentos que o intermediador oferece: ticket, chat online e telefone são alguns exemplos que facilitam o contato.

Depois das nossas dicas, você já se sente preparado para escolher o intermediador para seu negócio? Você pode conferir também como variar suas formas de pagamento com um sistema de redução de custos do seu negócio!



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: