MEI precisa de contador? Revelamos aqui!


Afinal,
É, uma coisa não podemos negar: o número de MEIs (Microempreendedores Individuais) deu um salto nos últimos anos, e muitas pessoas têm procurado o Portal do Empreendedor- MEI para abrir uma empresa e obter um CNPJ.
 
As razões são diversas:
 
- demandas de empresas que desejam trabalhar com pessoas jurídicas (PJ) que emitem notas fiscais;
- prestadores de serviços que querem se formalizar para contar com algumas vantagens e demonstrar profissionalismo;
- índice de desemprego elevado e precarização do trabalho no cenário atual;
- motivações pessoais de empreender.
 
Se você se encaixa em alguma das categorias acima, saiba que neste artigo vamos revelar o que muitos microempreendedores ou pessoas que desejam se formalizar como MEI querem saber: MEI precisa de contador? Quer descobrir a resposta? Então, boa leitura!

Primeiro, conheça melhor o MEI

Só em 2018, 2.064.430 indivíduos se formalizaram como MEI, segundo os dados divulgados pelo Indicador Serasa Experian de Nascimento de Empresas. É um número bem alto, não acha?
 
Por isso, cada vez mais pessoas têm procurado informações relevantes sobre o microempreendedorismo individual. Veja as mais importantes:
 
- O faturamento anual do MEI é de até R$ 81 mil por ano;
- É proibido para o pequeno empresário individual participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa;
- O MEI só pode contratar um funcionário;
- É preciso que seu trabalho se encaixe em uma das atividades permitidas.
 
Agora, confira alguns direitos e benefícios:
 
• Auxílio-maternidade;
• Aposentadoria;
• Afastamento remunerado, em caso de problemas de saúde;
• Isenção de alguns tributos federais em razão do enquadramento no Simples Nacional;
• Obtenção do CNPJ, abertura de conta bancária de pessoa jurídica e acesso a crédito com juros menores.

Afinal, MEI precisa de contador?

Algumas perguntas têm assombrado aqueles que já se formalizaram ou pretendem se formalizar:
 
- O MEI precisa de contador?
- O MEI precisa de contador para registrar funcionário?
- Para abrir empresa MEI precisa de contador (esta categoria)?
 
A resposta é: não, o MEI não precisa de contador para se manter, contratar um empregado ou abrir uma empresa. Entretanto, é válido ressaltar que podemos recorrer aos serviços de um contador para obter orientações.
 
De qualquer forma, não esqueça que a gestão financeira do MEI merece a devida atenção, seja no âmbito pessoal ou profissional, com ou sem a ajuda de um profissional de contabilidade.

O MEI não precisa de contador, mas precisa cumprir quais obrigações?

É, nem tudo são flores! O MEI não precisa de contador, porém, essa modalidade também tem, sim, obrigações a cumprir. Todo ano, por exemplo, é necessário fazer a declaração MEI de seus ganhos. Além disso, é válido lembrar que o MEI tem a obrigação de emitir notas fiscais eletrônicas para pessoas jurídicas. 
 
Veja a informação que consta no Portal do Empreendedor sobre isso:
 
“O MEI estará dispensado de emitir nota fiscal para consumidor pessoa física, porém, estará obrigado à emissão quando o destinatário da mercadoria ou serviço for outra empresa, salvo quando esse destinatário emitir nota fiscal de entrada.
 
O MEI não tem a obrigação de emitir a Nota Fiscal Eletrônica – NF-e, mesmo se realizar vendas interestaduais, exceto se desejar e por opção. (§ 1º do artigo 106, da  Resolução CGSN nº 140, de 2018).”
 
Ah, e tem outra obrigação muito importante: o Microempreendedor Individual deve efetuar, mensalmente, o pagamento da contribuição (o DAS).
 
Muita informação, não é? Mas esperamos que este conteúdo tenha esclarecido as suas principais dúvidas. Qualquer coisa, confira outras dúvidas frequentes relacionadas ao MEI no Portal do Empreendedor.
 
Em sua jornada profissional, conte também com o Sebrae, um dos maiores apoios do país para PMEs e microempreendedores! O Sebrae disponibiliza:
 
- conteúdos ricos e gratuitos;
- cursos online;
- materiais de apoio diversificados, como planilha para acompanhar o Fluxo de Caixa.
 
E, caso você perceba o potencial de crescimento do seu negócio, atenção para esta dica: use um sistema ERP para facilitar a gestão empresarial.
 
Controlar compras, vendas, estoques e finanças, desde o início do empreendimento, é uma grande vantagem competitiva para a empresa, já que proporcionará a organização dos principais processos e o registro de dados — dois fatores imprescindíveis para a análise correta de resultados.
 
Por fim, lembramos que o MEI tem direitos previstos em lei, como a não cobrança de taxas para concessão de Alvarás, Licenças e Cadastros. No entanto, na prática, as coisas podem funcionar de modo diferente em alguns municípios — então, atente-se aos seus direitos! 
 
E aí, gostou do artigo? Agora que a dúvida “MEI precisa de contador?” já está esclarecida, dê o próximo passo e conheça as facilidades que você pode usufruir ao adotar um ERP para MEI e otimizar sua própria gestão!


COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: