Novidade GestãoClick: Emissão de carnês de pagamentos


Carnê de pagamento
Boletos bancários são formas de pagamento muito buscadas por consumidores na hora de comprar produtos e serviços. Isso quer dizer que se a sua empresa não oferece essa modalidade pode perder vendas.

E melhor do que disponibilizar o boleto é contar com o carnê de pagamento, que consiste basicamente em um conjunto de boletos. Com isso, o seu cliente pode pagar parcelado o valor devido e você tem total controle do que é pago e ainda falta.

Essa possibilidade é a novidade GestãoClick: emissão de carnês de pagamentos. E para entender quais são todas as suas vantagens e como usar essa nova funcionalidades, continue lendo este artigo e confira os tópicos a seguir:
 
  • O que é boleto bancário e carnê de pagamento
  • Como funciona o pagamento com boleto e carnê
  • Vantagens do boleto e do carnê de pagamento
  • Como emitir boleto e carnê de pagamento
  • Diferenciais do carnê de pagamento GestãoClick
 

O que é boleto bancário e carnê de pagamento


Por meio de boletos bancários, pessoas e empresas podem pagar pela compra de produtos e serviços. Além disso, podem ser emitidos por pessoas físicas e jurídicas.

Isso quer dizer que não só empesas de todos os portes e segmentos de mercado como também profissionais que prestam serviços e vendem de maneira autônoma podem emiti-los. Portanto, é uma modalidade de pagamento bastante democrática.

O boleto propriamente dito é um documento que possui as informações do comprador, do vendedor e os dados referentes ao pagamento. Entre eles, valor a ser quitado e data máxima para a sua liquidação.

Esse documento pode ser um único boleto ou um carnê, com o número de boletos correspondente ao número de parcelas a serem pagas. Dessa forma, com o carnê, é possível ao consumidor escolher o parcelamento.
 

Como funciona o pagamento com boleto e carnê


Mesmo que qualquer pessoa ou empresa possa emitir boleto bancário ou carnê de pagamento, existe um pré-requisito: ter conta bancária. É por meio do seu banco que se pode gerar o boleto, serviço esse que deve ser contratado com o gerente.

Dessa maneira, é preciso contratar o que se chama de carteira de cobrança para fins específicos, sendo que os principais bancos que atuam no país a oferecem. Depois da contratação, são usadas a ferramentas que o banco disponibiliza para emitir boletos.

A sua empresa pode ainda ter um emissor próprio, ou seja, um sistema externo, para garantir uma maior eficiência no trabalho da sua equipe. De qualquer forma, em ambas as situações a ferramenta organiza com segurança os dados para emissão dos boletos.

E, assim, depois que o consumir realiza uma compra, de maneira prática e fácil, a empresa emite o boleto bancário ou carnê de pagamento, conforme a situação e entrega ao cliente. Ele, por sua vez, tem um determinado prazo anteriormente acertado para pagar a dívida.

O pagamento pode ser feito na boca do caixa de agências bancárias, em terminais de autoatendimento, pela internet e até mesmo por telefone. Hoje em dia, existem ainda os aplicativos de smartphone que realizam esses e demais compromissos bancários.

Quando o pagamento é feito pelo cliente, o dinheiro entra na conta da empresa, o que pode levar um determinado tempo, de acordo com as regras de cada banco. E quem emite boletos consegue identificar quais já foram pagos e os que estão em aberto.
 

Vantagens do boleto e do carnê de pagamento 


Os boletos bancários são formas amplamente oferecidas aos consumidores, pois se trata de uma modalidade bastante aceita. Isso porque não é preciso ter uma conta bancária para pagar com boleto, tampouco deve ter cartão e é uma transação financeira segura.

As vantagens dos boletos e carnês de pagamento se estendem ainda a quem os emites, pois como é bastante procurado é possível aumentar o seu volume de vendas.

Também envolve a cobrança de taxas pelos bancos mais baixas se comparadas às transações com cartão. É por isso que não raro quando o consumidor paga com boleto ele pode conseguir descontos no valor da compra, mais um benefício.

E mais, em caso de pagamento com atraso, o próprio banco emissor calcula as multas e juros. Não se pode esquecer também que, em comparação a outras modalidades de pagamento, o dinheiro é liberado com mais rapidez pelo banco ao vendedor.

Outra facilidade dos boletos é que eles podem ser enviados por e-mail para o cliente, entregues impressos pessoalmente e mesmo encaminhados pelos Correios.
 

Como emitir boleto e carnê de pagamento


Além das ferramentas de emissão de boleto bancário disponibilizadas pelo seu banco, a sua empresa pode ter um sistema próprio. O GestãoClick é um software ERP que dispõe dessa ferramenta, além de permitir a emissão de carnê de pagamento.

Como você pode ver, são muitas as vantagens dos boletos bancários e o carnê possui ainda o benefício de deixar que o cliente quite a sua dívida no longo prazo. Isto é, em parcelas que se adequem ao seu perfil financeiro.

Com essa facilidade, empresas conseguem atrair, conquistar e fidelizar um maior número de clientes. Além disso, é muito simples emitir boleto bancário e carnê de pagamento por meio do software ERP do GestãoClick.

O primeiro passo é configurar o boleto bancário no sistema como uma forma de pagamento, sendo que essa modalidade já está cadastrada no sistema. Para configurar, é preciso navegar no setor financeiro do sistema, adicionando um nome à forma de pagamento.

Dessa maneira, quando quiser emitir boletos, basta preencher os seus dados, como a sua conta bancária e do seu contrato de emissão de boletos. Já para emitir carnês de pagamento, é preciso escolher a opção boleto parcelado.
 

Diferenciais do carnê de pagamento GestãoClick


Com o software de gestão empresarial online do GestãoClick, você pode oferecer aos seus clientes o pagamento com boletos bancários em até 12 vezes. Com o carnê de pagamento o seu cliente pode, portanto, comprar mais produtos, mesmo que não tenha dinheiro na hora.

Outra vantagem é que já oferece o boleto bancário registrado, homologado com os principais bancos do país. Dessa forma, você pode seguir mais essa norma estipulada pelos bancos, que garante maior segurança e transparência às transações com boleto.

 
 


COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: