Dropshipping: o que é?


Dropshipping: como funciona

Se você já tem ou mesmo está pensando em ter uma loja virtual/e-commerce, com certeza já ouviu falar de dropshipping. Mas, pode se perguntar: o que é Dropshipping, afinal? A ideia inicial, vender sem estoque, parece mesmo muito atrativa, afinal você não precisaria empatar dinheiro em um estoque para iniciar suas vendas.

É uma logística simples que chama muita a atenção da maioria dos empreendedores. No entanto, apesar da aparente simplicidade no processo, existem alguns fatores que precisam ser observados antes de abraçar esta ideia.

Neste artigo, vamos entender melhor o que é dropshipping, sua origem, como funciona, vamos entender também o que o dropshipping nacional e a diferença para o internacional e como os empreendedores estão usando o dropshipping e a relação deste com os marketplaces existentes. Acompanhe!


Dropshipping: o que é?


Em uma definição resumida do o que é dropshipping, podemos considerar que é um modelo de negócio muito atrativo em que uma empresa comercializa produtos sem ter a necessidade de manter um estoque prévio. Isso mesmo, você estaria vendendo algo que não tem em estoque.

Geralmente, este produto é adquirido diretamente do fabricante ou mesmo de um fornecedor específico. Custos de envio, prazos, etc., seriam revelados e/ou negociados com o comprador, que é o consumidor final daquele produto.

Quem fabrica e/ou armazena estes produtos, fica com a responsabilidade de empacota-los e enviá-los diretamente ao cliente em nome do varejista, em nome de sua loja virtual que realizou a venda do produto. 

De uma forma figurativa, você e sua loja seriam uma “vitrine” para aquele produto, entrando, obviamente, em concorrência com outras tantas vitrines do mesmo produto.


Dropshipping: como funciona?

O processo de como funciona Dropshipping é relativamente simples: 


• De forma transparente, o consumidor final/cliente faz um pedido de um determinado produto na loja virtual, que pode estar em um site específico ou em plataformas marketplaces;

• O revendedor, responsável pela loja virtual, encaminhará de forma automática ou mesmo manual todos os detalhes do pedido e também do cliente em questão, para o fornecedor de dropshipping;

• Este fornecedor vai separar, embalar e despachar o produto para este cliente, em nome desta loja virtual. Por isso todo o processo, para o consumidor, é transparente.


Uma das vantagens deste tipo de negócio é o fato do empreendedor, proprietário da loja virtual, não precisar de um espaço físico para armazenar os produtos, como um galpão, por exemplo. Ele só precisará de um notebook/tablet e de acesso à web para fazer todo o trâmite.

Falando em loja virtual, leia mais sobre --> Loja virtual grátis: será que vale a pena?


Como começar Dropshipping?

O princípio básico e que torna, como já dissemos, muito atrativo este tipo de negócio é o baixo investimento inicial, uma vez que você não precisará se preocupar em ter um estoque mínimo de produtos e nem tão pouco um local apropriado para guarda-los.

Para começar Dropshipping, você precisará seguir, inicialmente, 5 processos básicos:


• Ter uma ideia de negócios de Dropshipping. Em suma, você precisa saber o que quer e o que vai vender. Não é necessário conhecer o que você irá vender, mas torna-se um diferencial na hora do atendimento aos seus clientes;

• É preciso ter um nome de domínio, para que sua loja possa ser encontrada;

• Elaborar a sua loja virtual. Ela deverá ser atrativa o suficiente, para chamar seus clientes;

• É preciso pensar nos detalhes, desde o visual, a forma de acesso e a compra propriamente dita, questões de segurança, etc. 

• Você precisará investir no marketing de sua loja, para garantir que a mesma fique conhecida e, melhor ainda, fique à frente de seus concorrentes.


Dropshipping Nacional


Para entender bem o que é dropshipping e falando muito rapidamente de sua história, dropshipping surgiu originalmente nos Estados Unidos, como forma de atender os variados tipos de compras pela internet. No Brasil, inicialmente, todos os fornecedores e fabricantes eram internacionais.

Assim, falar em dropshipping por aqui era sinônimo de importações. Nada de errado quanto a isto, mas alguns problemas começaram a surgir e conseguiu, de certa forma, afastar alguns consumidores. Estes problemas estavam relacionados principalmente ao tempo para o recebimento do produto.

Não era raro também ocorrerem extravios, o que tornava a venda complicada para o revendedor, pois era a sua loja virtual que estava representando e sendo responsável por esta comercialização. 

Felizmente, aos poucos e pela própria necessidade do mercado, além de ser um comércio varejista muito atrativo, empresas e fabricantes brasileiros começaram a aderir e gostar da ideia do dropshipping

É certo que ainda hoje uma grande parte, senão a maior, dos fornecedores e empresas que trabalham com o sistema dropshipping ainda é internacional, mas o mercado brasileiro já possui total condições de suprir as necessidades de fornecedores dropshipping nacional

Este fato é bom, pois dá mais confiança ao sistema e o consolida. Trabalhando com empresas nacionais, muitos dos problemas do dropshipping internacional são automaticamente sanados.

Descubra aqui as vantagens do ERP integrado com Loja Virtual

 

Dropshipping Brasileiro

O dropshipping brasileiro ainda é pouco explorado, pois ainda existe um vasto mercado para quem tem interesse em criar lojas de dropshipping no Brasil. Por outro lado, tende a crescer, já dando provas contundentes de ser um negócio altamente promissor, para todos.

Mas antes de iniciar seu dropshipping nacional, é preciso analisar bem todas as possibilidades, contatar os fornecedores, escolher bem os produtos e garantir toda a logística, desde entrega à pagamentos. Alguns fornecedores não entendem ainda muito bem o que é e como funciona.

Basta imaginar que, se este fornecedor já tiver uma loja online própria, por exemplo, esta, de certa forma, vai entrar em concorrência com a sua loja. Em termos, isto não interfere em suas vendas nem nas dele, muito melhor para ele, que vai ter seus produtos expostos em mais um local na internet.

 

Sites de Dropshipping E-commerce


É preciso lembrar que quando a loja virtual se torna um site de dropshipping E-commerce, ela estará automaticamente abrindo mão de parte de sua autonomia operacional, muito por conta do fato de que serão os fornecedores escolhidos os responsáveis por toda a logística de entrega, além da qualidade do produto.

Se houver problemas, a responsabilidade cai sobre o e-commerce que vendeu o produto. Dropshipping e marketplace são opções válidas e importantes para que as lojas virtuais possam realizar suas vendas de forma simples e prática, mas é preciso pensar na otimização de entrega, principalmente para quem opta pelo dropshipping.

 

Dropshipping Mercado Livre

O Mercado Livre é um importante marketplace, mas conseguiu unir bem o melhor de um dropshipping com o melhor do marketplace. Isto porque em sua plataforma você consegue encontrar vários fornecedores de dropshipping, montar o seu negócio e garantir entrega e qualidade do produto, pois ambos levam a garantia do Mercado Livre.

Para usar a plataforma dropshipping Mercado Livre e ter sucesso em seu negócio, você precisa pensar em dois pontos básicos: 


• Conhecer bem o fornecedor escolhido e o seu respectivo produto;

• Saber como anunciar no Mercado Livre e garantir o marketing correto de seu negócio.

Já conhece o ERP integrado com o Mercado Livre? O Sistema de Gestão Empresarial GestãoClick é o que falta para sua empresa. Teste grátis!