Simples Nacional 2018: confira as novas tabelas e limites


Simples Nacional 2018: confira as novas tabelas e limites
Quem tem uma empresa formalizada, independente do seu porte, deve estar atento às mudanças tributárias que costumam acontecer com alguma preferência no país. Nesse sentido, já estão em vigor as novidades previstas para 2018 em relação ao Simples Nacional, mais especificamente, as suas novas tabelas e limites.

E para você estar a par de todas essas novas regras, os tópicos a seguir deste artigo reúnem as principais informações sobre o Simples Nacional 2018: confira as novas tabelas e limites:
  • O que é o Simples Nacional
  • Novos limites do Simples Nacional
  • Novas alíquotas e tabelas do Simples Nacional 2018
  • Como pagar em dia e com eficiência os impostos


O que é o Simples Nacional


Antes de falar sobre as novas tabelas e limites desse imposto, vale lembrar que o Simples Nacional é uma maneira simplificada dos microempreendedores individuais, microempresários e empresários de pequeno porte pagarem os tributos do seu negócio.

E desde 1º de janeiro de 2018, as alterações previstas na Lei Complementar n.º 155, que altera a Lei Complementar n.º 123 entraram em ação. Entre as principais mudanças estão os novos valores para se enquadrar nas modalidades do Simples Nacional 2018.


Novos limites do Simples Nacional


Antes das mudanças, quem é MEI - Microempreendedor Individual podia ter um faturamento anual da sua empresa de, no máximo, R$ 60 mil. Com os limites atualizados, agora, o valor passa para R$ 81 mil ao ano, o que corresponde a uma média de R$ 6,75 mil por mês.

Já as EPP – empresas de pequeno porte, para continuarem enquadradas nessa modalidade, podem contar com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. Esse limite é diferente do que acontecia nos anos anteriores, quando o faturamento não podia exceder os R$ 3,6 milhões.

Desse modo, com o novo limite, as empresas dessa categoria podem faturar, por mês, uma média de R$ 400 mil. Enquanto isso, as ME - microempresas continuam com o mesmo limite, que não vai sofrer alteração. Assim, o seu faturamento anual não pode ultrapassar os R$ 360 mil.


Novas alíquotas e tabelas do Simples Nacional 2018


Desde o início de 2018, foi extinguida a alíquota simples sobre a receita bruta mensal. Por outro lado, a alíquota está maior, além de receber um desconto fixo, o que depender da faixa de enquadramento da empresa de acordo com o seu faturamento anual.

Isso significa que, para alguns empreendimentos, a carga tributária aumenta e, para outras, diminui. A seguir, veja quais as novas tabelas do Simples Nacional 2018, as quais resumem os cinco anexos criados pela lei complementar que promoveu as mudanças tributárias.

Além disso, para saber quanto a sua empresa vai ter que pagar de impostos, portanto, confira em qual anexo o seu negócio se enquadrada. Já para fazer o cálculo, é preciso seguir a fórmula (RBT12 * alíquota) – PD/RBT12.

Ou seja, Receita Bruta Total do ano multiplicado pela alíquota indicada nas tabelas abaixo. Após, é necessário descontar do valor obtido o valor apontado nas tabelas, por fim, basta dividir o resultado pela Receita Bruta Total.

                                                                          

Nova tabela do Simples Nacional 2018 para empresas de comércio:

 
Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.0000,00    4%0
 
  De 180.000,01 a 360.000,00    7,3%
 
R$ 5.940,00
  De 360.000,01 a 720.000,00    
9,5%                     R$ 13.860,00
 
De 720.000,01 a 1.800.000,0010,7%                     R$ 22.500,00
 
   De 1.800.000,01 a 3.600.000,0014,3%                     R$ 87.300,00
 
  De 3.600.000,01 a 4.800.000,0019%                     R$ 378.000,00
 
 

Nova tabela do Simples Nacional 2018 para empresas industriais:

 
Receita Bruta Total em 12 mesesAlíquotaQuanto descontar do valor recolhido
Até R$ 180.0000,00
 
4,5%0
De 180.000,01 a 360.000,00
 
7,9%R$ 5.940,00
De 360.000,01 a 720.000,00
 
10%R$ 13.860,00
De 720.000,01 a 1.800.000,00
 
11,2%R$ 22.500,00
De 1.800.000,01 a 3.600.000,00
 
14,7%R$ 85.000,00
De 3.600.000,01 a 4.800.000,00
 
30%R$ 720.000,00
 

Nova tabela do Simples Nacional 2018 para as seguintes categorias:
 

Empresas que oferecem serviços de instalação, de reparos e de manutenção;

  • Agências de viagens;

  • Escritórios de contabilidade;

  • Laboratórios;

  • Serviços advocatícios;

  • Academias;

  • Empresas de medicina e odontologia.

 
 

Receita Bruta Total em 12 meses

Alíquota

Quanto descontar do valor recolhido

Até R$ 180.0000,00

6%

0

De 180.000,01 a 360.000,00

11,2%

R$ 9.360,00

De 360.000,01 a 720.000,00

13,5%

R$ 17.640,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

16%

R$ 35.640,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

21%

R$ 125.640,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

33%

R$ 648.000,00

 

Nova tabela do Simples Nacional 2018 para empresas que fornecem os seguintes serviços:

 
  • Limpeza;

  • Vigilância;

  • Obras;

  • Construção de imóveis.
     

Receita Bruta Total em 12 meses

Alíquota

Quanto descontar do valor recolhido

Até R$ 180.0000,00

4,5%

0

De 180.000,01 a 360.000,00

9%

R$ 8.100,00

De 360.000,01 a 720.000,00

10,2%

R$ 12.420,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

14%

R$ 39.780,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

22%

R$ 183.780,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

33%

R$ 828.000,00

 

Nova tabela do Simples Nacional 2018 empresas que fornecem os seguintes serviços:

 
  • Auditoria;

  • Jornalismo;

  • Tecnologia;

  • Publicidade;

  • Engenharia.

 

Receita Bruta Total em 12 meses

Alíquota

Quanto descontar do valor recolhido

Até R$ 180.0000,00 

 15,5%

0

De 180.000,01 a 360.000,00 

 18%

R$ 4.500,00

De 360.000,01 a 720.000,00

 19,5%

R$ 9.900,00

De 720.000,01 a 1.800.000,00

 20,5%

R$ 17.100,00

De 1.800.000,01 a 3.600.000,00

23%

R$ 62.100,00

De 3.600.000,01 a 4.800.000,00

30,50%

R$ 540.000,00

 
Leia também nosso guia completo de impostos e tributações e entenda como os impostos são divididos em diretos e indiretos!
 

Como pagar em dia e com eficiência os impostos


Para garantir o pagamento dos impostos de forma adequada, sempre em dia, é importante contar com um sistema de gerenciamento eficiente, a exemplo do software ERP. Dessa maneira, é possível acessar os dados do seu negócio com facilidade e rapidez.

O GestãoClick é um software de gestão empresarial perfeito para quem deseja dar mais dinamismo à rotina com bancos de dados organizados. Com isso, o seu negócio consegue tornar a emissão de notas fiscais mais eficiente, bem como o preenchimento dos demais documentos.

Além disso, esse programa armazena do jeito apropriado as notas fiscais e pelo tempo necessário, além de emitir nota fiscal para fornecedores e clientes, tudo de acordo com a lei. O sistema de gestão também colabora com as demais atividades cotidianas da sua equipe.



Confira nossos materiais gratuitos:
 

          

Atualizado dia 24/04/2018



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: