Certificado digital: quais suas funções e qual escolher?


Certificado digital: quais suas funções e qual escolher?
Todo mundo usa a internet, seja para trabalhos pessoas como profissionais. Mas para conduzir enormes negócios e a fim de facilitar a comunicação, as empresas devem implantar ferramentas de segurança para proteger suas redes de possíveis invasões, evitando o vazamento de dados, tão comum hoje com as violações cibernéticas. É ai que surge a necessidade e função dos certificados digitais, assim como, o armazenamento nas nuvens.
 

Mas qual a função dos certificados digitais, e como eles podem ser úteis para as empresas?


O Serasa Sexperian, em seu site, diz que: 
 
Certificado digital é uma assinatura com validade jurídica que garante proteção às transações eletrônicas e outros serviços via internet, permitindo que pessoas e empresas se identifiquem e assinem digitalmente de qualquer lugar do mundo com mais segurança e agilidade
 
Ou seja, o certificados digitais pode ser classificado como um documento eletrônico, destinado a pessoa física ou jurídica, a fim de realizar transações online, como a troca virtual de documentos, mensagens, dados, entre outros de forma segura.


A função dos certificados digitais


Bem, mas como a demanda é muito grande, foi necessário estabelecer alguns certificados digitais, baseado na necessidade de cada empresa. Conhaça alguns deles:

- Série A (A1, A2, A3 e 4)

São os certificados de assinatura digital para a confirmação de identidade na web, em e-mails, redes privadas virtuais (VPN) e em documentos eletrônicos com verificação.

- Série S (S1, S2, S3 e S4)
São os certificados de sigilo na codificação de documentos, bases de dados, mensagens e outras informações eletrônicas sigilosas.



Qual é melhor: certificado A1 ou A3?
 

No Certificado Digital A1, todas as informações ficam registradas diretamente no computador do gestor do sistema, e funciona como uma par de chaves, sendo uma pública outra privada.

Exemplo de certificado digital A1:

                                                           certificado digital a1

A segurança do A1 é formada pela interação entre as chaves pública e privada, todas criptografadas, o que impede operações fraudulentas.

Dentre as vantagens, no A1 é possível ter um maior desempenho, visto que você poderá atuar diretamente no computador.

certificado digital


Além disso, como A1, o gestor consegue ter trazer praticidade ao processo diário de emissão de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e Cupom Fiscal Eletrônico (NFCe), e conseguir emitir suas notas e cupons de qualquer dispositivo, no momento e onde quiser, diferentemente do
no qual o gestor consegue realizar esses procedimentos apenas no computador em que o dispositivo foi instalado.

Exemplo do certificado A3:

                                                           certificado digital

Em resumo:

 

Escolha seu certicadoA1A3
SegurançaSimNão
UsabilidadeSimNão
CustoMaiorMenor
Prazo de validadeMenorMaior
Uso simultâneoSimNão
Rapidez nas transaçõesSimNão
Conclusão:Em caso de uso simultâneo o A1 é mais vantajoso 


 

Obter certificados digitais

 

Mas dai surge a dúvida: Como obter esses certificados digitais?

Bem, para isso o usuário deve solicitar o certificado digital de pessoa física ou jurídica em alguma das autoridades certificadoras, como Caixa, Serpro, Receita Federal entre outras.

Para que o certificado digital seja fornecido, é indicado o gestor compareça pessoalmente a uma Autoridade de Registro da Autoridade Certificadora da sua preferência. Lá, o usuário receberá a orientação de quais os procedimentos corretos para baixar o certificado.

 

O certificado digital é indicado para quem?


Todas as empresas inscritas que vivem nos regimes tributários e que emitem NFe, precisam de certificado digital.

Neste grupo está aquelas que:

- Empresas que tem lucro presumido (cujas declarações mensais e anuais exigidas pela Receita Federal são feitas por meio do certificado digital);
- Empresas que possuem mais de 5 funcionários, e que prestam informações fiscais, trabalhistas e previdenciárias;
- MEI (o certificado digital não é obrigatório para as MEIs, exceto se optar pela emissão da Nota Fiscal Eletrônica);

 


Certificado Digital e necessidade junto ao Simples Nacional

certificado digital

Uma nova lei mostrou que as empresas que trabalham com Simples Nacional, e tem mais de 3  funcionários, deverão utilizar o Certificado Digital ICP-Brasil para a entrega da GFIP (Guia de recolhimento  do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social) e do eSocial.

 Nesse caso, se a sua empresa está nesse requisito, é bom consultar os locais especializados para       verificar  a função dos certificados digitais junto a sua marca.
                                                                                           

 

Você escolhe seu certificado!


O GestãoClick é um ERP online que foi pensado para simplificar a rotina da sua empresa. Com ele os seus dados são organizados, os processos automatizados e os setores interligados. Para isso, o software oferece funcionalidades como controle de estoque, controle financeiro, vendas online, ordens de serviço, entre outras. As informações do sistema ficam na nuvem, o que garante a sua total segurança.

Em resumo, o software é capaz de auxiliar a sua empresa em todas as etapas e, claro, emitir notas fiscais. Com o GestãoClick você escolhe se certificado, uma vez que o nosso software emite notas tanto através do certificado A1 quanto do certificado A3. Teste grátis agora mesmo e emita notas com um clique!


 



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: