Como escolher um ERP?


Escolhendo um ERP

Pensando em implantar um software ERP na sua empresa? Otimização de processos, informações assertivas e um controle financeiro muito mais eficiente são certamente as principais vantagens que podemos citar.

 

Ao integrar processos que fazem parte da rotina da sua empresa, o ERP fornece as ferramentas necessárias para te ajudar.

Agora, se você chegou até este artigo é justamente porque já sabe disso e está preparado para dar o próximo passo: encontrar um ERP que seja o match perfeito para o seu negócio.

Para te ajudar nesse processo, listamos a seguir os principais critérios que vão te ajudar a escolher o seu software empresarial. Confira!

 

Como escolher um ERP que seja perfeito para a sua empresa?

Como você, gestor, bem sabe, empresas diferentes possuem necessidades diferentes. Isso significa que a solução ERP que vai atender da forma mais eficiente e pelo melhor preço a loja de roupa talvez não seja a solução ideal para administrar a confecção de roupas que fornece os produtos para essa mesma loja.

Cada empresa opera com processos e desafios específicos. E é justamente por isso que empresas diferentes, em situações diferentes, podem acabar optando por não utilizar uma mesma solução.

Em outras palavras, não existe um único software que seja perfeito para toda e qualquer empresa. A escolha de um ERP é um processo interno que deve se iniciar, antes de mais nada, por uma autoanálise.
 

Uma boa dica é começar pela pergunta:

 

  1. Do que a sua empresa realmente precisa? 

Se a sua empresa decidiu que está na hora de deixar os processos manuais e as planilhas para trás e migrar para um ERP é porque ela já tem em mente as áreas e processos que devem ser automatizados.

Identifique, então, quais são essas áreas. Quais são os processos que a sua gestão espera que sejam otimizados pelo recurso ao ERP?

Um levantamento de falhas anteriores - seja na produção, na reposição de itens em estoque, na comunicação interna ou com o cliente - pode ser uma boa opção para ter clareza de quais departamentos devem ser priorizados.

Por fim, tenha a justa noção da complexidade da sua empresa: quantos funcionários terão acesso ao sistema ERP?

 

  1. Verifique as funcionalidade oferecidas

Agora que você tem em mãos uma lista clara do que precisa, é hora de partir em busca de opções. Comparar as funcionalidades oferecidas pelos softwares deve ser à análise inicial da sua empresa.

Lembre-se que nem todas as funcionalidades que estão disponíveis no mercado serão úteis à sua empresa - assim avalie sua real necessidade de utilização.

Ainda assim, é sempre bom ter em mente que o plano é crescer, não é mesmo? Por isso, verifique a escalabilidade dos ERPs pesquisados. Escalabilidade é a possibilidade de adicionar novas ferramentas e serviços aos seu pacote inicial.

Em outras palavras, escolha um ERP que atenda às necessidades atuais e possa crescer junto com a sua empresa. Isso vai permitir que você trabalhe com o mesmo sistema ERP por anos, economizando tempo e dinheiro que, de outra forma, teria que ser investido em um novo processo.

 

  1. Compare os sistemas “finalistas”

Se você seguiu os passos 1 e 2, certamente já tem em mãos uma ideia de opções para a sua empresa. Para que a escolha final seja aquela que realmente atenderá às suas necessidades e expectativas, não esqueça de comparar os seguintes critérios:

 

   →Facilidade de implantação: como será o processo de adequação do software à sua empresa? Será necessário investir em treinamento de funcionários? Quanto tempo será necessário nesse processo?

   →Acesso ao sistema: quais as soluções de segurança oferecidas pelo ERP? E as facilidades de acesso? Em tempos tão corridos como o nosso, certifique-se de optar por um sistema que possa ser acessado na Nuvem.?

   →Suporte técnico: a agilidade no suporte é essencial para evitar danos aos resultados do seu balcão de vendas.?

   →Valores praticados: estabeleça a priori um limite para os investimentos que serão realizados na implantação ou migração para o seu novo ERP. Ao comparar os valores, busque acompanhar quais são os produtos e serviços que compõem esse preço?

   →Período de testes: não adianta o sistema ERP ser perfeito se a sua equipe não conseguir trabalhar bem com ele. Por isso, o melhor mesmo é sempre solicitar um período de testes. Experimente a solução que melhor respondeu às necessidades da sua empresa e peça um feedback da sua equipe.


Enfim, não se esqueça: o pós-instalação do seu ERP deve ser um período de ajustes e avaliação constante. Nada impede que você decida trabalhar com mais de um sistema, de forma complementar.

 

Já conhece o Gestão Click?

O GestãoClick é um ERP voltado para pequenas e médias empresas que atuam no segmento de vendas de produtos ou serviços.

Entre as diversas funcionalidades que oferece, se destacam as ferramentas para controle financeiro, controle de estoque, cadastros, vendas, fluxo de caixa. relatórios emissão de NF-e, NFS-e e NFC-e

Além disso, o GestãoClick permite integrar o seu PDV ao sistema, atualizando automaticamente os status de seus estoques e evitando tanto o desabastecimento quanto aquelas situações desagradáveis em que o produto vendido não está mais disponível.
 

E o melhor: os primeiros dias de testes no GestãoClick são totalmente gratuitos. Basta acessar o site e começar agora mesmo. Afinal, nada melhor que conhecer na prática como vamos auxiliar seu negócio!




 



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: