O que é CFOP?


O que é CFOP?
Quando se administra uma empresa existem muitos conceitos que devem ser dominados, os quais integram a chamada burocracia, que pode dar mais trabalho ao gestor, mas também pode ser tirada de letra com o conhecimento necessário. Nesse sentido, pode haver a dúvida: o que é CFOP?

Para explicar o que significa essa sigla, para que serve esse código e como ser utilizado na rotina da sua empresa, confira neste artigo os seguintes tópicos:
  • O que é CFOP?
  • Para que serve o CFOP
  • Como fazer uso do CFOP
  • Como gerenciar a sua empresa com sucesso


O que é CFOP?


cfop

A sigla de CFOP quer dizer Código Fiscal de Operações e Prestações, referindo-se às entradas e saídas de mercadorias da sua empresa, sejam elas intermunicipais ou interestaduais. Em outras palavras, é o código numérico usado para identificar o tipo de circulação do produto ou mesmo da prestação de serviços de transportes.                                    


Para que serve o CFOP?


Embora se imagine que o CFOP trata-se apenas de uma burocracia, uma vez que com ele é possível ao governo identificar o tipo de operação fiscal e, assim, saber se deve ou não recolher impostos sobre essa movimentação, também possui outras serventias.

No entanto, a respeito dessa função primordial, é possível dizer ainda que o código colabora com uma maior transparência das operações de compra e venda das empresas perante o fisco. Quanto as suas demais utilidades, o CFOP pode ajudar o administrador na gestão da sua empresa.

Isso acontece porque o código está associado a um grupo de operações. Desse modo, a sua visualização diferenciada permite um melhor controle da quantia de pedidos e produtos em estoque. Ter esse controle é fundamental para administrar um negócio, porque com isso é possível diminuir o risco de perdas por excesso ou escassez de mercadorias, por exemplo.


Como fazer uso do CFOP?

Para usar o CFOP de maneira adequada, é preciso que ele, via de regra, seja indicado em todos os documentos fiscais da empresa que indiquem entradas e saídas de mercadorias. Isso significa que o código deve aparecer tanto em notas fiscais, quanto em livros fiscais, conhecimentos de transportes, arquivos magnéticos e outros de acordo com as regras do fisco.

Veja um exemplo de CFOP:

                                   cfop

Além disso, cada código CFOP é formado por quatro números, sendo que o primeiro deles serve para identificar o tipo de operação, se de entrada ou de saída de mercadorias. Dessa forma, existem os seguintes códigos:

Entradas:

  • - Entrada e/ou Aquisições de Serviços do Estado.

  • 2.000 - Entrada e/ou Aquisições de Serviços de outros Estados.

  • 3.000 - Entrada e/ou Aquisições de Serviços do Exterior.
     

Saídas:

  • 5.000 - Saídas ou Prestações de Serviços para o Estado.

  • 6.000 - Saídas ou Prestações de Serviços para outros Estados.

  • 7.000 - Saídas ou Prestações de Serviços para o Exterior.
     

A lista acima indica apenas o significado do primeiro número do CFOP. Os demais dígitos também devem estar em conformidade com o tipo de movimentação que a sua empresa está fazendo. Ao total, são mais de 500 códigos, os quais podem ser conferidos no portal do Ministério da Fazenda.

Veja a seguir mais alguns códigos bastante utilizados:

  • Código 1.102 – Compra para comercialização;

  • Código 1.353 – Aquisição de serviço de transporte por estabelecimento comercial;

  • Código 2.205 – Anulação de valor relativo à prestação de serviço de comunicação;

  • Código 2.303 – Aquisição de serviço de comunicação por estabelecimento comercial;

  • Código 3.201 – Devolução de venda de produto elaborado pelo estabelecimento;

  • Código 3.551 – Compra de bem para o ativo imobilizado;

  • Código 5.101 – Venda de produção do estabelecimento;

  • Código 5.117 – Venda de mercadoria recebida ou adquirida de terceiros, originada de encomenda para entrega futura;

  • Código 6.104 – Venda de mercadoria efetuada fora do estabelecimento adquirida ou recebida de terceiros;

  • Código 6.109 – Venda destinada à Zona Franca de Manaus ou Áreas de Livre Comércio de produção do estabelecimento;

  • Código 7.201 – Devolução de compra para industrialização ou produção rural;

  • Código 7.358 – Prestação de serviço de transporte.


Como gerenciar a sua empresa com sucesso


Como você pode ver, para gerenciar uma empresa, independente do seu porte, é preciso gerir um grande fluxo de informação. O código CFOP é apenas um exemplo e empreendedores de todos os segmentos de mercado devem apostar na tecnologia para administrar o seu negócio com sucesso.

O GestãoClick é um ERP cloud que funciona como sistema de gerenciamento empresarial, conectando os setores, informatizando os dados e automatizando os processos. Além disso, tudo pode ser acessado com muita segurança de qualquer lugar e a qualquer momento. 


 


Então, gostou do post? Aproveite para compartilhar e assinar a nossa newsletter ficando sempre por dentro das principais novidades do nosso blog!


Leia também: O que é Sped Fiscal?



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: