Materiais gratuitos
Início » Blog » Gestão Financeira » Emissão de Boleto » Quais são os tipos de boleto existentes?

Quais são os tipos de boleto existentes?

Você conhece os tipos de boleto existentes? Ainda não? Vem que a gente te ensina! Como empreendedor, é de suma importância conhecer quais são os tipos de boletos existentes para diversificar e democratizar os meios de pagamentos aceito pelo seu negócio. Além disso, conhecer esta modalidade pode contribuir para uma boa experiência do cliente e […]

Por GestãoClick
Atualizado em
Quais são os tipos de boleto existentes?

Você conhece os tipos de boleto existentes? Ainda não? Vem que a gente te ensina!

Como empreendedor, é de suma importância conhecer quais são os tipos de boletos existentes para diversificar e democratizar os meios de pagamentos aceito pelo seu negócio. Além disso, conhecer esta modalidade pode contribuir para uma boa experiência do cliente e melhorar seu planejamento de marketing e vendas.

O boleto bancário é uma forma de pagamento bem aceita aqui no Brasil e, cerca de 75% dos consumidores brasileiros têm como preferência os famosos boletos.

Isso porque, o pagamento de compras e aquisições no boleto bancário oferece tarifas baixas e é de fácil emissão. 

De acordo com a Federação Brasileira de Banco (Febraban), cerca de 3,6 bilhões de boletos são gerados no país todo ano. 

Como você pode ver, trabalhar com esse meio de pagamento no seu negócio é bastante importante, não é mesmo?

Para ficar por dentro do assunto e conhecer os diferentes tipos de boleto bancário utilizados, trouxemos para você esse artigo super completinho!

Veja só o que abordaremos no decorrer do texto:

  • Boleto bancário: O que é e como funciona
  • Elementos do boleto
  • Tipos de boleto
  • Quais as formas de pagamento do boleto?
  • Como emitir boleto?
  • O que é um boleto em DDA?
  • O que fazer quando as informações do boleto estão erradas?
  • Conclusão

Continue a leitura conosco!

Boleto bancário: O que é e como funciona

O boleto bancário se trata de um documento de cobrança que pode ser gerado por qualquer empresa. 

O requisito é que a mesma possua conta-corrente em uma instituição financeira e uma carteira de cobrança atrelada a ela. 

Com isso, ela está apta a emitir boletos bancários e enviá-los ao cliente pagador. 

Você pode gerar boletos sendo pessoa física também e esse processo pode ser feito tanto via banco quanto por meio de softwares de automação de empresas especializadas. 

Assim, que a instituição financeira recebe o pagamento, ela credita o valor na conta da companhia que realizou a emissão dentro do período de compensação vigente. 

É uma das formas mais eficientes de pagamento. Além disso, formas eficientes como esta tendem a beneficiar os estágios de crescimento e maturidade de um produto no seu ciclo de vida.

Quais são os elementos do boleto?

Você já deve ter se deparado com boletos com layouts bastante diversificados, não é mesmo?

Porém, existem alguns elementos que são obrigatórios, que não devem faltar para que o processamento do pagamento seja feito da forma adequada.

Os elementos obrigatórios do boleto são:

Campo beneficiário

No campo beneficiário é indicado quem é o recebedor dos valores registrados. No caso das empresas, são exibidas as informações do emissor, como o nome e o CNPJ.

Código de barras

O código de barras é a imagem na parte inferior do título que é lida no momento do pagamento.

Linha digitável

A linha digitável é a representação numérica do código de barras. Seu uso fica restrito somente ao pagamento eletrônico por meio de Internet Banking.

Vencimento

O vencimento indica a data limite na qual o pagamento deverá ser realizado. Após esse prazo, podem ser cobrados juros e encargos ou ser necessária a emissão de um novo documento.

Instruções

O campo de instruções traz a lista das multas que serão cobradas em caso de atraso do pagamento, os locais de pagamento do boleto, além de outras informações relevantes.

Tipos de boleto

Os boletos podem ser do tipo avulso, carnê ou recorrente. Vejamos abaixo detalhes sobre cada um desses tipos:

Avulso

Os boletos avulsos servem para realizar cobranças únicas e tem como principal vantagem o pagamento à vista, realizado em uma única transação.

Outra vantagem do boleto avulso é que ele pode ser facilmente emitido através do Internet Banking. 

Se a sua empresa não trabalha com cobranças recorrentes, boleto avulso pode ser um tipo interessante de meio de pagamento.

Por outro lado, esse tipo não representa uma grande vantagem para os negócios que oferecem um parcelamento extenso ou que são baseados em cobranças recorrentes.

Carnê

Para solucionar o furo do modelo anterior, o boleto bancário em carnê é ideal para empresas que trabalham com vendas parceladas ou com cobrança recorrente.

Com isso, tanto o cobrador quanto o cobrado têm a praticidade em toda a transação, porque esses boletos podem ser entregues de uma só vez.

Caso o cliente não tenha pago o documento na data de vencimento, o cobrador poderá disponibilizar uma nova via com os valores reajustados. 

Dessa forma, a cobrança é feita de uma forma sutil.

Além disso, o carnê pode contar com o sistema de agendamento, dessa forma, o cliente não se torna inadimplente e a empresa recebe o seu pagamento nas datas previstas.

A emissão do carnê é um pouco mais complexa do que o carnê avulso, principalmente se o volume das vendas da empresa for alto.

Nesses casos, o Internet Banking pode não ser tão eficiente, podendo ser substituído por um gerenciador de emissão de boletos. 

Recorrente

Os boletos recorrentes tem a sua geração de forma automática, onde o emissor pode programar a periodicidade conforme o que foi combinado com cliente.

Dessa forma, é possível se organizar melhor sobre o recebimento desses recursos.

O boleto recorrente pode ser utilizado tanto para compras parceladas ou para o pagamento de serviço onde a prestação é contínua por um determinado período de tempo. 

Um bom exemplo de utilização dos boletos recorrentes é para assinaturas e mensalidades onde a duração e valor a ser pago estão descritos em contrato.

Quais as formas de pagamento do boleto?

O boleto bancário é bastante versátil e pode ser pago de diversas formas, tanto pela sua conta bancária quanto em uma agência parceira.

Os boletos gerados podem ser pagos através de terminais de autoatendimento, online através do Internet Banking, por telefone, caixa eletrônico ou até mesmo por sua carteira virtual no App por celular.

Como emitir boleto?

Agora que você já conhece quais são os tipos de boleto existentes e suas melhores aplicações, é chegada a hora de entender como emiti-los.

Uma das formas mais simples de emitir boletos bancários é procurar o banco no qual a sua empresa é correntista.

Praticamente todos os bancos e instituições financeiras oferecem esse serviço para seus clientes, mas é preciso ter atenção sobre as taxas.

Nesse momento, é fundamental conversar com o seu gerente para saber se é possível  adquirir um pacote com um número de boletos incluídos e pagar uma taxa fixa mensal.

Outra opção é o pagamento pela emissão de cada boleto individualmente conforme a necessidade. 

Sabendo dessas duas possibilidades, é válido que a sua equipe financeira avalie cuidadosamente para que esse meio de pagamento não se torne uma dor de cabeça, com  despesas e encargos financeiros.

Como citamos anteriormente, o boleto é uma opção bastante viável porque conta com taxas mais baixas para a sua emissão.

Mas, para isso, é necessário fazer um acordo com a sua instituição financeira de acordo com as demandas e necessidades da sua empresa.

Com essa parte burocrática combinada, você já poderá iniciar a emissão do documento, podendo enviar a versão impressa para o cliente, encaminhar a versão eletrônica por e-mail ou disponibilizar o código de barras para pagamento.

Simples, não é mesmo?

O que fazer quando as informações do boleto estão erradas?

Xiii o boleto emitido possui informações incorretas, e agora, o que fazer?

Bem, a primeira coisa a saber é que a responsabilidade da informação que consta no boleto é do cobrador.

A instituição financeira apenas reflete, no aplicativo ou internet banking do cliente, as informações que foram registradas no CPF ou CNPJ.

Por isso, é crucial checar as informações antes de autorizar o pagamento. Caso alguma informação esteja incorreta, um novo boleto pode ser emitido com a correção.

O que é um boleto em DDA?

DDA é a sigla para Débito Direto Autorizado, uma modalidade em que você pode visualizar todos os boletos que estão sendo emitidos em seu CPF ou CNPJ.

Dessa forma, o Débito Direto Autorizado é uma ferramenta que permite a automatização de boletos, eliminando a necessidade de lidar com papeladas ou esquecer pagamentos.

Outra vantagem do DDA é que assim você pode rastrear todas essas contas em seu nome, permitindo também um maior controle de suas finanças. 

Essa funcionalidade foi criada pela Federação Nacional dos Bancos (Febraban), em 2009, e hoje é oferecida pela maioria dos bancos e instituições de pagamentos. 

Para verificar se a sua conta tem essa função e se ela pode ser ativada, é necessário consultar a sua instituição financeira.

Também é importante verificar se é cobrado algo para ter o DDA ativo.

Conclusão

Agora que você conheceu todos os tipos de espécies de boletos e a sua importância no mercado, já sabe que vale a pena diversificar seus meios de pagamento com eles, não é mesmo?

Mas atenção, é necessário lembrar que o boleto bancário é um modelo que requer mudanças na gestão do fluxo de caixa, tendo em vista que o vencimento pode ser imediato ou com um prazo maior. 

Com isso, a entrada de receitas pode oscilar, por isso, você deve estar preparado para lidar com isso.

Não somente, é importante levar em consideração como a sua empresa vai gerenciar esses documentos. É de suma importância registrar uma venda quitada ou de acompanhar se o pagamento do cliente está em dia.

E aí, você gostou desse conteúdo? Encontre muito mais informações sobre gestão empresarial aqui no nosso Blog!

Este artigo foi criado em parceria com a BizCapital, fintech que tem o propósito de oferecer recursos para os empreendedores sem burocracia, incluindo conta digital, gestão de contas a pagar e a receber, cartão pré-pago, extrato automático com envio direto para o time financeiro dos clientes, entre outros recursos.

Avatar

gestao.click

Deixe seu comentário
Deixe uma Comentário

Fique por dentro também

Confira outros conteúdos que podem te ajudar a alcançar uma gestão eficiente, otimizar o seu tempo.

cupom gestaoclick - 9 anos
50% de desconto no plano anual,
+ adesão gratuita de várias integrações!
Garanta aqui

Venda mais com o GestãoClick

Explore todas as vantagens por 10 dias sem compromisso – Experimente agora!

GestãoClick
Logo