Ano Fiscal


Ano Fiscal

O que é Ano Fiscal?

Quando falamos em organizar nossas finanças pessoais, precisamos organizar o quanto recebemos e o quanto gastamos, e controlar as contas a pagar, mês a mês. Em outras palavras, é organizar custos, despesas e receitas. O que é Ano Fiscal, afinal? É como se fosse o fechamento destas contas pessoais, mas para uma empresa.

A principal pergunta que se deve fazer é: sua empresa está devidamente preparada para o fechamento deste ano fiscal? E o que seria exatamente este fechamento do ano fiscal brasileiro?

Por mais que o termo seja muito comum – ano fiscal – seu significado, no entanto, ainda gera muitas dúvidas, principalmente para novas organizações empresariais que se pergunta sempre o que é ano Fiscal. Neste artigo você vai entender tudo sobre o assunto. Confira.

Ano fiscal: o que significa?

 Como já adiantado logo acima, que ano fiscal significa o período em que uma empresa precisa realizar toda a sua contabilização apurando suas respectivas receitas e despesas, como no exemplo das contas pessoais.

Claro que ao considerarmos uma empresa, a complexidade é bem maior. Esta apuração pode ser realizada a cada 4 trimestres, mas o mais comum é que seja feita mensalmente, pois pode ser um indicador importante de desempenho da própria organização, agilizando possíveis tomadas de decisões.

Assim, ao questionarmos o que é ano fiscal, podemos dizer com tranquilidade que é todo o fechamento contábil de uma empresa o que serve também para garantir que todos os relatórios, contabilizações, fechamentos, etc., realizados durante todo um ano sejam devidamente atestados.

É importante sinalizar que nem sempre o ano fiscal irá coincidir com o chamado “ano calendário” de uma empresa. Por lei, aqui no Brasil, ano calendário e ano fiscal estão relacionados ao mesmo período (de 1º de janeiro a 31 de dezembro de cada ano).

Para que Serve Ano Fiscal?

Para que serve ano fiscal? Ele representa muito bem um termômetro indicativo de todas as contas de uma empresa, independentemente se o fechamento for trimestral ou mensal. É através dele, inclusive, que será apresentado aos sócios e acionistas de uma organização o desempenho e o crescimento da mesma.

A intenção é contabilizar com precisão, a cada 3 três meses ou ao final de cada mês, todas as informações do negócio, apresentando com a máxima exatidão possível uma visão bem detalhista das contas desta empresa, já se projetando para o ano seguinte.

Todas estas informações contábeis juntas formarão, efetivamente, o fechamento fiscal da empresa. É a partir deste também que tomadas de decisão serão realizadas a seu tempo, bem como definições de metas e indicadores futuros (sempre a curto e médio prazos, ou seja, já para o ano seguinte).

E que contas exatamente são estas? Fundamentais para uma gestão fiscal eficiente, são todas as entradas e saídas de recursos (receitas, despesas, etc.) que irão formar e indicar o resultado contábil da empresa, o conhecido “balanço patrimonial da companhia” e também gerar o Demonstrativo de Resultados do Exercício (DRE). 

É importante sinalizar também, ainda quanto ao ano calendário e ano fiscal onde pela lei brasileira corresponde ao período de 1º de janeiro a 31 de dezembro, que para as empresas que lidam com calendários fiscais em outros países, o período legal nem sempre será o mesmo que o brasileiro.

Saiba como fazer o controle anual de contas da sua empresa com maior assertividade.


COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: