Automação Comercial


Automação Comercial
Você já ouviu falar em automação comercial? Então saiba como melhorar e automatizar os processos empresarias com esta poderosa ferramenta.

Otimizar a qualidade, desde a produção até o atendimento, agilizar e melhorar também processos, gerar dados e informações mais precisas e confiáveis... Este parecia já há algum tempo ser um sonho de qualquer organização pelo mundo.
 
No entanto, ele já é realidade através da automação comercial que veem mudando a forma de trabalho de diversas empresas, simplificando suas operações e o próprio atendimento. O resultado de tudo isto? 
 
Menos erros, menos retrabalhos e ganho significativo de tempo, onde a intervenção humana é também significativamente reduzida. Aqui neste artigo você vai entender melhor o que é automação comercial.
 
Vai saber também como trazer esta tecnologia para a sua empresa, conhecer os chamados sistemas de gestão empresarial, quais equipamentos serão necessários e muito mais. Confira!

Automação Comercial: o que é e como ela pode ajudar meu negócio?

Se você quer entender o que é automação comercial, saiba que, como o próprio nome já diz, automação comercial é fazer uso de algumas ferramentas tecnológicas e métodos que consigam automatizar processos que normalmente são feitos por nós, seres humanos.
 
Claro que o objetivo principal da automatização comercial é agilizar esses processos, gerar mais eficiência, poupar tempo, cortar gastos e obter menos custos operacionais e com o atendimento como um todo.
 
Surgiu como um recurso tecnológico importante para suprir as limitações normais dos seres humanos. Entendamos bem: a automação comercial não visa pura e simplesmente substituir as pessoas.
 
Ele é aplicável onde estes últimos são limitados, como repetições dos mesmos procedimentos várias vezes com a mesma precisão, velocidade e intensidade, o que só é possível através de uma máquina, um equipamento tecnológico.
 
Estes equipamentos vão desde uma simples calculadora, que facilita a vida de muita gente na hora de fazer cálculos mais complexos, à sistemas de gestão empresarial e a robótica.
 
O sistema de automação empresarial pode atuar em diversos setores de uma empresa indo desde uma simples coleta de dados à criação de estratégias específicas para melhorar o operacional, o atendimento e relacionamento com clientes e muito mais. 

Principais Vantagens da Automação Comercial

• Melhoria no atendimento da empresa: você consegue, por exemplo, guardar um histórico de seus clientes, dos atendimentos prestados, etc., material este que será de suma importância para um trabalho estratégico comercial mais à frente.

• Redução de custos na empresa: você agiliza processos, reduz tempo de execução e direciona seus colaboradores para as tarefas que necessitam de mais assertividade e concentração, como as gerenciais e de tomadas de decisão, por exemplo;

• Isto resulta em ganho de tempo, redução consequente de custos e melhor aproveitamento dos potenciais humanos.
 
• Redução do tempo de trabalho: como os processos empresariais tendem a ser todos agilizados, há uma consequente redução do tempo de trabalho pois o tempo de execução de todas as tarefas diminui, isto desde as operacionais às burocráticas.

Automação Comercial Equipamentos

Mas o que é automação comercial mesmo? Nenhuma integração é possível sem os recursos tecnológicos necessários, que vão desde sistemas à periféricos e diversos equipamentos automação comercial.
 
Aqui iremos apresentar e comentar brevemente os principais deles. Mas existem muitos outros e tudo irá depender da tecnologia disponível e do tipo de automação pretendida. Confira:
 
• Impressoras fiscais e não fiscais: a atomação fiscal é extremamente importante, já que no Brasil, a emissão de NFC-e se tornou obrigatória, revolucionando diversos impressos, otimizando a emissão de boletos, contratos e muitos outros. A impressão é sim um equipamento indispensável.
 
• Leitores de cheques e de boletos bancários: assim como a fiscal, se sua empresa lida com estes tipos de pagamentos, o processo será imensamente facilitado com o uso destes leitores, além da confiabilidade de dados gerada integrada na automação no setor financeiro.
 
• Nobreaks: sua função e evitar quedas bruscas de energia. Pode não parecer, mas este tipo de equipamento também faz parte de uma automação comercial. Basta imaginar uma rede de supermercados perdendo dados de registro de entradas do caixa e saídas do estoque devido à falta de energia elétrica.
 
• Leitores de código de barras: até pouco tempo atrás, só as grandes organizações comerciais detinham de tal tecnologia. Hoje, no entanto, é quase que impensável não tê-la. O código de barras já está presente em praticamente todo tipo de produto, dos maiores como veículos, por exemplo, aos menores, como um sabonete.
 
• Computadores: também é impensável uma automação comercial sem eles. Existem alguns computadores que podem ser mais simples, geralmente os que são dedicados aos PDV’s (falaremos destes logo abaixo) e outros que precisam sim ter softwares e hardwares mais robustos, para atenderem as necessidades tecnológicas da empresa.
 
• Softwares e plataformas sistêmicas: existem sistemas de gestão empresarial que são, hoje em dia, fundamentais para garantir uma automação comercial eficiente. Eles facilitam bastante as operações, integram dados da empresa (estoques, cadastro de clientes, contábeis, caixa, etc.,) e melhoram o relacionamento com os clientes.

Automação Comercial PDV

A Automação Comercial PDV é, para a maioria das organizações comerciais, principalmente aquelas que lidam com vendas, indispensável. PDV é considerado o Ponto de Venda que, de uma maneira bem generalizada, é o local físico onde realiza-se as vendas principais da empresa.

É também a frente de caixa, ou seja, o terminal tecnológico que vai conseguir efetivar a venda dos produtos.
 
É importante salientar que o PDV, para ser efetivo nos processos de automação, precisa ter em sua retaguarda sistemas automatizados que possam absorver estes dados/vendas e atuar diretamente em todas as partes da organização como contabilidade, estoque, fluxo de caixa, relatórios gerenciais, etc.


COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: