Frente de caixa: como escolher o sistema certo?


frente de caixa

Resumidamente, a frente de caixa — conhecida também por Ponto de Venda (PDV) — é onde efetuamos nossas compras, trocas e devoluções. Quando utilizamos computadores, leitores de código de barras e um software adequado às necessidades empresariais, agilizamos o atendimento ao cliente e reduzimos falhas no processo. Daí a importância de escolher o sistema e os equipamentos certos.
 

Você conhece alguém que gosta de esperar em filas? Provavelmente não, né? A demora na concretização das compras pode inclusive afetar a imagem da companhia. Por isso uma das primeiras questões a serem avaliadas quando estamos buscando o sistema de frente de caixa certo é se ele oferece agilidade e otimização no processo de atendimento, no registro de informações e no processamento das compras.
 

Quer saber o que mais considerar para ter a certeza da escolha do sistema de frente de caixa certo? Então confira o conteúdo que preparamos para você!

 

Certifique-se de que o software é homologado

 

Certifique-se de que o uso do sistema é reconhecido e permitido pelos órgãos responsáveis.

Antes de adquirirmos o equipamento SAT, por exemplo, precisamos conferir no site da Secretaria da Fazenda se os fornecedores em questão estão autorizados e se o modelo do equipamento está homologado; a mesma coisa acontece com o software que disponibiliza o sistema PDV frente de caixa. A homologação evita as tentativas de burlar dados ou impressões de cupons fiscais.

 

Atente-se às funcionalidades do sistema

 

frente de caixa


Para avaliar se o sistema de frente de caixa atende às necessidades empresariais, o gestor precisará primeiro saber quais são elas. É importante saber, por exemplo, se o sistema oferece:
 

- controle dos recebimentos;
- controle financeiro;
- controle dos gastos;
- análise das movimentações financeiras;
- operações de trocas e devoluções, sangria, reforço e abertura/fechamento de caixa;
- opção para dar descontos (em real ou em porcentagem);
- emissão de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).


Outra questão a ser considerada se relaciona às formas de pagamento: um estabelecimento precisa atender diversos tipos de clientes, os quais utilizam diferentes tipos de pagamento — desde cartão de crédito até boletos bancários e carnês —, então certifique-se de que o sistema de frente de caixa permite a ampliação nessa área.

 

Procure saber se o fornecedor disponibiliza atualizações periódicas

 

O funcionamento ideal das funcionalidades do software para frente de caixa depende de atualizações periódicas. Essas atualizações geralmente reforçam a segurança dos dados e acarretam melhorias ao sistema com correção dos bugs presentes nas versões anteriores. Além disso, elas podem trazer novas funcionalidades.

Então, antes de adquirir seu sistema de frente de caixa, procure saber se o fornecedor disponibiliza atualizações periódicas e como funciona o processo de atualização.
 

Além disso, como já foi mencionado, também é imprescindível verificar se o software atende à legislação vigente: ele precisa estar de acordo com a lei para que questões fiscais e tributárias sejam devidamente cumpridas, como a emissão de nota fiscal do consumidor eletrônica, por exemplo.

 

Questione a segurança das informações

 

Geralmente a segurança das informações é negligenciada por gestores de pequenas e médias empresas que não entendem a sua importância. A imagem da empresa está relacionado a diversos fatores, sendo um dos mais importantes a confidencialidade de dados. O empresário precisa se certificar de que informações dos clientes, dos fornecedores e da própria empresa não serão vazadas por cibercriminosos.
 

Uma opção válida, que envolve a criptografia de dados, é utilizar o sistema de Ponto de Venda presente num software baseado na nuvem. Dessa forma, garantimos a relação de confiança com os clientes.

Certifique-se também de que o sistema faz parte de um software que integra os diferentes setores da empresa, dessa forma o PDV manterá atualizado o número de itens do controle de estoque e os dados presentes nos relatórios, sem a necessidade de registrar as mesmas informações em mais de um módulo.
 

Enfim, neste artigo vimos como escolher o sistema de Ponto de Venda certo. Ao utilizar um software otimizado, garantimos a qualidade no atendimento, a diminuição das filas e a satisfação dos consumidores. Além de considerar todos os tópicos vistos acima, veja com o fornecedor se você pode experimentar gratuitamente o sistema. Assim você garante o atendimento completo às necessidades de sua empresa.
 

E então, já sabe como escolher o sistema de frente de caixa certo? Sabia que o software de gestão empresarial do GestãoClick oferece a funcionalidade PDV frente de caixa? Teste grátis e se surpreenda com a eficiência do sistema!


 



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: