Guia prático para emitir nota fiscal eletrônica


Guia prático para emitir nota fiscal eletrônica

Emitir nota fiscal eletrônica (NF-e) pode ser pouco confuso de inicio. Para lhe ajudar, criamos este guia prático para facilitar o processo de emissão.

Mas antes de tudo, é preciso acompanhar a obrigação de emissão em seu estado, pois em cada região a implantação ocorre em um ritmo distinto. Mas dentro de alguns anos, a previsão é que absolutamente todos os empreendimentos devam usar um sistema de emissão.

Dessa forma, é importante saber como funciona a NF-e. Tanto se você for um empresário que já implantou ou pretente implantar o sistema no seu empreendimento.

E para estar preparado  mais essa exigência, o Guia completo sobre Nota Fiscal Eletrônica conta com os principais tópicos:
  • O que é Nota Fiscal Eletrônica
  • Quais os tipos de nota Fiscal Eletrônica
  • Como preencher NF-e de venda de produto
  • Como emitir uma Nota Fiscal Eletrônica
  • XML da nota fiscal eletrônica
  • Danfe: o que é
  • O que é uma Nota Fiscal Avulsa
  • 2ª via de Nota Fiscal Eletrônica
  • Cancelamento de Nota Fiscal eletrônica
  • Emissor de NF-e
 

O que é Nota Fiscal Eletrônica


O primeiro passo para saber tudo sobre como funciona o sistema de nota fiscal eletrônica no Brasil é entender o que é NF-e. Esse é um documento digital que, assim como a nota fiscal de papel, regista a comercialização de produtos e serviços de empresas e profissionais.

A sua implantação acontece desde 2006, promovido pelo governo, como uma forma de evitar a sonegação de impostos por parte do empresariado. Além disso, a NF-e oferece mais transparência aos consumidores e benefícios para os empresários, como a desburocratização do envio de notas fiscais.

BAIXE AGORA:


                                                       nota fiscal

Quais os tipos de nota Fiscal Eletrônica


Também é preciso saber que, com o novo sistema, surgem diferentes tipos de nota fiscal. Hoje, são cinco os tipos existentes:
  • NF-e – Nota fiscal de Produto:  documento emitido quando são comercializados produtos;
  • NFS-e – Nota Fiscal de Serviço: documento emitido quando são prestados serviços;
  • CT-e – Conhecimento de Transporte Eletrônico: documento emitido quando são comercializados produtos que devem ser transportados entre municípios ou estados;
  • NFC-e – Nota Fiscal ao Consumidor Eletrônica: é o modelo digital da NF-e para ser entregue ao consumidor pela internet;
  • MDF-e – Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos: é a integração das movimentações mais complexas, vinculando documentos distintos em uma única unidade de carga.
     

Como preencher NF-e de venda de produto


É normal que os profissionais envolvidos no preenchimento da NF-e tenham várias dúvidas quando começam a usar o novo sistema.

Por isso, com o Guia completo sobre Nota Fiscal Eletrônica é possível seguir um passo a passo que torna o procedimento bastante simples.

 

Passo 1 – Dispositivos eletrônicos e internet

Já que a nota fiscal é eletrônica, é preciso que o seu preenchimento seja feito na internet. Assim, o primeiro passo é ter um computador, laptop/notebook, tablet ou mesmo celular com acesso à internet.

 

Passo 2 – Certificado Digital

Outro passo importante é obter com as entidades responsáveis o certificado digital. Ele é a maneira que existe para comprovar a identidade da sua empresa na internet e identificar que é ela mesma que está enviando a NF-e.

 

Passo 3 – Emissão da NF eletrônica

Para emitir a NF-e, é preciso preencher uma série de campos obrigatórios. Existem os seguintes:

  • Dados do Emitente;

  • Dados do Destinatário;

  • Produtos ou serviços vendidos;

  • Nomenclatura Comum do Mercosul ou NCM;

  • Código Especificador de Substituição Tributária – CEST.

 

Passo 4 – Tributação

Para a correta tributação da NF-e, é preciso informar ainda outros dados, entre eles:

  • CST – Código de situação tributária, que pode ser encontrado no site da Sefaz – Secretaria da Fazenda do seu estado;

  • Origem, também disponível no site da Sefaz;

  • Forma de Pagamento; que pode ser à vista ou a prazo;

  • Natureza da Operação, como transferência, compra, importação, etc.;

  • Código da Operações Ficais – CFOP, também disponível no site da Sefaz;

  • Base de Cálculo para ICMS, ou seja, o montante da operação;

  • Valor total do ICMS;

  • Valor total de todos os produtos ou serviços;

  • Itens opcionais, como Valor total do Frete, Valor total do seguro e outras despesas acessórias;

  • Valor da NF-e, ou seja, de todas as despesas presentes no documento;

  • Valor Aproximado de todos os tributos federais, estaduais e municipais.

 

Como emitir uma Nota Fiscal Eletrônica

 

Depois do preenchimento de todos os dados, basta enviar a nota fiscal. No entanto, ela apenas é emitida com sucesso se as informações presentes estiverem completas e corretas.

                                                  nota fiscal

 

XML da nota fiscal eletrônica

 

Também é importante que você saiba o que é o XML da nota fiscal eletrônica, já que consiste no arquivo desse documento. Ele deve ser armazenado por cinco anos e todos os XML das notas fiscais da sua empresa devem ser geridos adequadamente para posterior uso.

 

Danfe: o que é

 

O Danfe é o Documento Auxiliar de Nota Fiscal, sendo usado em formato impresso para acompanhar as mercadorias quando são transportadas até o cliente final ou mesmo para outras empresas. O seu formato deve ser em PDF.

 

O que é uma Nota Fiscal Avulsa

 

Nota Fiscal Avulsa é o documento que pode ser emitido pela empresa que não contribui com ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. Desse modo, é principalmente utilizada por profissionais autônomos que precisam da nota fiscal para realizar vendas a empresas.

 

2ª via de Nota Fiscal Eletrônica

 

A 2ª via de NF-e pode ser obtida tanto por quem vendeu um produto ou serviço quanto por quem o adquiriu. Ele é adquirido por meio do XML das notas fiscais, por isso, é necessário guardar esse documento de modo apropriado.

 

Cancelamento de Nota Fiscal eletrônica

 

A NF-e pode ser cancelada quando são constados diversos erros ao ser emitida. No entanto, isso não pode ser feito se o produto vendido já foi encaminhado para o cliente. Nesse caso, uma alternativa ao cancelamento da NF-e é usar a chamada carta de correção, que serve para indicar os erros de uma NF-e que já foi enviada.

 

Emissor de NF-e

 

Atualmente existem algumas opções de emissores de nota fiscal gratuita. A pouca variedade de emissores gratuitos acontece porque, cada vez mais, os empresários estão aderindo aos emissores próprios.

O Gestão Click dispõe de emissor de NF-e, mas também é um software ERP que tem uma série de vantagens para empresas de todos os portes e segmentos de mercado. No caso do emissor de NF-e, o principal benefício é o de tornar a emissão do documento muito mais eficiente.


Esse sistema de gestão empresarial conta ainda varias funcionalidades essenciais para uma empresa, tais como, emissor de boleto bancário, controle de estoque, controle do financeiro, orçamentos, ponto de venda e muitas outras funções para o seu negócio. Para tanto, ele informatiza todos os dados da sua empresa.

Também conecta os setores e automatizada os procedimentos. Além disso, é online, o que permite que ele seja acessado a qualquer momento e de qualquer lugar por você e pela sua equipe. Isso pode ser feito até mesmo com smartphones.

Quer aprofundar no assunto? Baixe nosso Guia completo sobre Nota Fiscal Eletrônica, com todos os tópicos detalhados e saiba tudo sobre NF-e.


 

Precisa de um emissor de nota fiscal para sua empresa? Conheça o GestãoClick e teste grátis!






 



COMENTE

Deixe o seu comentário nos campos abaixo: